Hesperian Health Guides

Hesperian Health Guides

Dor de barriga ou intestinal

Se existe dor, peça a pessoa para apontar o ponto exacto onde tem dor. A localização da dor no intestino pode ser um sinal do que a está causando. É também importante saber se o intestino está a funcionar. Se não está, esse pode ser um sinal de perigo.

  1. Pergunte: a pessoa tem movimentos intestinais ou elimina gases? Ter movimentos intestinais normais é um bom sinal. Se a pessoa não tem movimentos intestinais em poucos dias, isso pode se obstipação. Se não existem movimentos intestinais, a pessoa não elimina gases e tem dor, isto pode ser obstrução.
  2. Ouça: existem sonsdos intestinos? Sons são sinais saudáveis de digestão e ouvirá alguns sons mesmo quando existe obstipação. Não haver sons é outro sinal perigoso de obstrução.
  3. Palpe: a barriga está dura, como uma prancha? É muito dolorosa quando se toca? Estes são sinais de perigo.
dor na ‘‘ponta do estomago’’
primeiro doía aqui
mais tarde começou a doer aqui
a dor geralmente atinge a parte traseira
dor aqui, às vezes se irradia para o peito
Sistema Urinário

dor na parte média ou baixa das costas, muitas vezes passa ao redor da cintura para a parte inferior (baixa) da barriga
dor num dos lados, às vezes com dor no ombro ou no pescoço

Como ouvir

Ouça a barriga com um estetoscópio ou o seu ouvido, para ajudar a descobrir se a pessoa está em perigo.

Uma barriga saudável faz pouco sons borbulhantes que soam a cada poucos segundos. (Se você é um profissional de saúde, pratique ouvindo a barriga das pessoas saudáveis para conhecer os sons normais de uma barriga. É preciso prática para ouvir esses sons ligeiros).

Sons muito altos e borbulhantes podem significar que os alimentos se estão movendo muito rapidamente através do intestino. Será que a pessoa tem diarreia?

Sons agudos, ou ausência de sons na barriga do ventre por dois minutos, são sinais de abdomen agudo. Palpe o abdomen. Se está duro e é doloroso, vá rapidamente a um hospital.

Como palpar

Peça a pessoa para tocar o local onde dói.

Começando no lado oposto ao local onde ele apontou, pressione suavemente para tentar perceber qual o órgão dentro do corpo que dói. (Deixe o local mais doloroso para o fim.)

Faça pressão firme mas suave, mova a mão num padrão organizado de modo a poder sentir cada parte da barriga.

Observe também se a barriga está mole ou dura, e se a pessoa pode relaxar o estômago. Se a barriga está rija como uma placa, pode ter uma obstrução.

Como verificar se há dor a descompressão

Lentamente, mas com força pressione a barriga, logo acima da virilha esquerda, até que doa um pouco. Em seguida, retire rapidamente a sua mão. Dor aguda quando você retira a sua mão - pior do que a dor da pressão de sua mão - é chamada dor a descompressão. Se não há dor a descompressão a esquerda, tente à direita. Dor a descompressão é um sinal de apendicite ou peritonite. Vá a um hospital imediatamente.

Dor aguda, intensa na barriga (abdómen agudo)

Início súbito de dor intensa no estômago, que está cada vez pior, sem diarreia, é provável que seja abdómen agudo. Abdómen agudo pode ser causado por uma obstrução, apendicite, gravidez ectópica, ou outros problemas graves. Se você ver esses sinais, poderá salvar a vida da pessoa, ajudando-a a ir imediatamente a um hospital.

Sinais
  • Dor intensa, contínua – que parece uma faca
  • Vômitos
  • Poucos ou nenhum movimento intestinal
  • Barriga dura, silenciosa
  • Sensação de estar gravemente doente

Geralmente, a pessoa com abdomen agudo está se contorcendo de dor, incapaz de se sentir confortável e agarrando a barriga com os braços.

Obstrução

Quando algo bloqueia (obstrói) parte do intestino, a comida e as fezes não podem passar. Isso pode causar dor intensa e infecção.

Junto com a dor, a pessoa pode ter obstipação e vómitos. A barriga pode estar silenciosa, ou pode fazer muitos sons agudos.

A obstrução pode ser causada por:

  • um rolhão de lombrigas.
  • uma hernia.
  • torção do intestino em torno de uma cicatriz antiga. Isso pode acontecer a alguém que teve uma lesão ou cirurgia no estômago.
  • cancro (ver Cancro - em desenvolvimento).
Obstrução pode causar vómitos intensos.

Se acha que pode haver obstrução, faça duas coisas:

  1. Leve a pessoa rapidamente para o hospital. Pode ser necessária cirurgia.
  2. Se existem lombrigas no local onde vive, trate a pessoa para lombrigas no caminho para o hospital, no caso de que os vermes estejam causando obstrução. Clique aqui para medicamentos contra vermes.
A dor pode iniciar a volta do umbigo.
Depois move-se para baixo no lado direito.

Apendicite e peritonite

A apendicite é uma infecção do apêndice, um pequeno saco ligado ao intestino grosso na parte inferior do lado direito da barriga. Não há maneira de evitar apendicite. Isso acontece com algumas pessoas.

O principal sinal de apendicite é uma dor intensa na barriga que piora a cada momento.

Uma pessoa com apendicite geralmente não querer comer. Normalmente não há diarreia. A febre é comum e caminhar ou andar aumenta a dor. Há dor a descompressão.

Procure ajuda médica. Se não for tratado, o apêndice infectado pode explodir, espalhando os germes dentro da barriga. Isto pode causar uma infecção mortal chamada peritonite.

A peritonite também pode ser causada por uma lesão no intestino - por exemplo, se levar uma pancada forte ou for esfaqueado na barriga.

Se a barriga está silenciosa, dura e dolorosa por toda parte, há peritonite.

Se acha que a pessoa tem apendicite ou peritonite:

  • Leve-a para o hospital.
  • Dê 2 medicamentos: metronidazol E ciprofloxacina, OU ceftriaxona, OU ampicilina. Clique aqui para doses.
  • Não dê comida ou bebida excepto medicamentos e pequenos goles de água.

Procure os sinais de choque como fraqueza, pulso rápido, palidez, pele fria; ou confusão ou perda de consciência. Ver Primeiros socorros (em desenvolvimento).

Gravidez ectópica

Normalmente, o feto cresce no útero.
Numa gravidez ectópica, o feto cresce na trompa - mas ele não cabe lá. À medida que o feto cresce, a trompa se distende e pode romper. Isto provoca dor intensa e hemorragia dentro do corpo.

Tal como acontece no aborto espontâneo, os sinais de gravidez ectópica aparecem no início da gravidez — muitas vezes antes da mulher saber que está grávida. Há dor na parte inferior da barriga, e algum sangramento depois de não ter menstruação por um ou mais meses.

Sinais
  • Sangramento vaginal ligeiro – chamado spotting (sangramento do aborto é muito intenso).
  • Dor torna-se intensa num dos lados.
  • Se a trompa rompe, a dor torna-se mais intensa.
  • A mulher pode também ter dor no ombro e no pescoço.
  • A mulher pode sentir-se tonta e com dor de cabeça ligeira porque está sangrando por dentro.

Dor intensa no baixo ventre pode ter muitas causas, incluindo infecção urinária, apendicite, e outras. Se possível, peça a mulher para fazer um teste de gravidez. Se o teste for positivo, ou se você não pode testar, mas acha que pode haver uma gravidez ectópica, leve-a para um hospital - você pode salvar uma vida. Se o teste de gravidez é negativo, não é uma gravidez ectópica.

No caminho para o hospital, trate os sinais de choque, como fraqueza, pulso rápido, palidez, pele fria, confusão ou perda de consciência. Veja Primeiros socorros (em desenvolvimento) .

Cólicas abdominais

A maioria das cólicas não é perigosa. Podem ser causadas por:

  • comer alimentos estragados ou que foram deixados ao ar livre por muito tempo
  • beber água que tem germes
  • vermes
  • úlcera
  • stress ou nervosismo
  • fome
  • menstruação


Geralmente, as cólicas abdominais desaparecem em um ou dois dias. Para ajudar:

  • beba chá de gengibre, menta, camomila ou outro chá que acalma o estômago.
  • coma papaia. Ajuda a desfazer os alimentos no intestino.
  • tome um banho quente, ou use uma compressa morna na barriga, ou simplesmente descanse num local escuro e calmo. Ver Cuidados com as pessoas doentes (em desenvolvimento) para aprender como fazer compressas mornas.
  • evite alimentos que provoquem gás. Leite, queijo, repolho, pimento, cebola ou feijão, podem ser o problema.
Massageie suavemente a barriga, ou esfregue lentamente em circulo no sentido dos ponteiros do relógio.

Você pode prevenir as cólicas abdominais cozendo os alimentos para matar os germes, comendo os alimentos ainda quentes, e lavando as suas mãos antes de cozinhar e comer. Para mais sobre guardar e preparar alimentos, clique aqui.

Azia, refluxo ácido

Azia, indigestão e refluxo são todos nomes para uma sensação de queimadura ou dor no meio do peito ou no esófago (tubo por onde passam os alimentos) causada pelo ácido do estômago subindo para a garganta. Pode ser muito dolorosa. Isso tende a acontecer quando a pessoa se deita ou depois de comer - especialmente depois de comer muito, ou comer algo gorduroso ou picante.

A azia não tem nada a ver com o coração (na dor do coração, muitas vezes a pessoa sente "peso" ou "aperto". Ela pode irradiar para o queixo, ombro ou barriga. Consulte Problemas do coração - em desenvolvimento).

Azia causa sensação de queimadura ou dor no peito e as vezes na garganta.
Tratamento e prevenção
  • Não coma por pelo menos 3 horas antes de ir dormir.
  • Faça pequenas refeições, mas mais vezes.
  • Evite alimentos gordurosos e condimentados (com temperos).
  • Evite álcool e tabaco, fazem piorar a azia.
  • Tente um antiácido para aliviar a dor.
Sente-se erecto depois de comer, e mantenha a cabeça apoiada para dormir à noite (ou eleve a cabeceira da sua cama com alguns blocos). Isso mantém o ácido na parte baixa do estômago.

Úlcera

Uma úlcera é uma ferida aberta dentro do estômago ou intestino.

Dor de estômago que vem e vai pode ser causada por uma úlcera. A dor da úlcera é geralmente como se estivesse a queimar ou roer, como a fome e é sentida na parte superior e média da barriga. Muitas vezes, uma úlcera provoca dor durante algumas semanas, e depois desaparece por semanas ou meses antes de voltar novamente. A dor pode diminuir quando a pessoa come ou bebe. (Ou comer pode piorar a dor, dependendo de onde a úlcera está localizada.)

Tratamento: para diminuir a dor e ajudar a úlcera a curar
Não!
  • Pare de tomar ibuprofeno, aspirina e outros medicamentos para a dor. Tomando estes medicamentos frequentemente fere o estômago e é uma das principais causas de úlceras. (Se precisa de tomar um medicamento para aliviar uma outra dor, paracetamol é melhor, pois não agride o estômago, mas não deve ser tomado em grandes quantidades ou todos os dias).
  • Não fume. Pessoas que fumam têm mais úlceras, e suas úlceras demoram mais a cicatrizar.
  • Faça pequenas refeições e beba muita água durante o dia. Pode ajudar a diminuir a dor.
  • Certos alimentos podem piorar a dor. Tente evitar alimentos ácidos, como limão, vinagre e café. Piripiri, alimentos gordurosos e álcool também pioram a dor em algumas pessoas.
  • O stress pode ser uma das razões para as pessoas terem úlceras e stress pode fazer estas doerem mais. Encontrar formas de ser menos ansioso e perturbado pode ajudar. Para ideias sobre relaxamento, ver Saúde mental (em desenvolvimento).

Se depois de algumas semanas a fazer as alterações acima mencionadas ainda houver dor intensa, tente um antiácido barato. A dor pode ser reduzida por carbonato de cálcio, quatro vezes por dia durante 1 semana. Os medicamentos chamados inibidores da bomba de prtõons (IBP), como o omeprazol, funcionam melhor. Eles reduzem o ácido no estômago o suficiente para aliviar a dor e, muitas vezes permitem a cura da úlcera. No entanto, se a dor voltar, você vai precisar de antibióticos para curar a úlcera.

Tratamento: para curar a úlcera

Para úlceras que voltam sempre, você vai precisar de dar uma combinação de antibióticos, inibidores da bomba de protões, e antiácidos durante 2 semanas. São muitos medicamentos, mas se forem tomados correctamente as úlceras geralmente não voltam.

Se ainda há dor após este tratamento, provavelmente o problema é outro — não é uma úlcera. Procure ajuda.

Sinais de perigo

Existem sinais de úlcera sangrando? Procure vómitos escuros — como borra de café. As fezes podem ser sanguinolentas ou pretas — como alcatrão ou óleo de motor. Isto é uma emergência. Obtenha ajuda.

Algumas pessoas tomam bicarbonato de sódio para dores de barriga. Isso funciona de forma rápida, mas faz com que o estômago fique ácido mais tarde, por isso não se deve usá-lo muitas vezes. Não use bicarbonato de sódio, se você tem problemas cardíacos ou pernas inchadas, pode fazer estes problemas piorarem.

Problemas de vesícula

A vesícula biliar é uma pequena bolsa que recolhe a bílis e que ajuda a digerir os alimentos gordos. A bílis pode ficar espessa causando obstrução na vesícula biliar. Isto provoca dor que dura várias horas. Os problemas da vesícula são mais comuns em mulheres com 40 anos ou mais, nas pessoas que são muito gordas, e nas pessoas com diabetes. Mas, qualquer adulto pode ter este problema.

Sinais
  • Dor constante no centro ou bordo direito da caixa torácica. Esta dor pode se estender até a parte superior das costas no lado direito ou no ombro.
dor
  • Dor que piora, ou então permanece na mesma por um tempo, e depois de algumas horas, desaparece lentamente.
  • A dor que vem logo depois de comer alimentos gordurosos. Ela pode acordar a pessoa durante a noite.
  • Náuseas e vómitos.
  • Tomar aspirina ou paracetamol, mudar de posição, ou libertar gases não a melhoram.

Embora estes sinais possam ajudar a identificar um problema da vesícula biliar, uma ecografia ou raio-x é necessária para ter a certeza.

Tratamento

Dor da vesícula biliar pode ser muito desconfortável, mas se não houver febre ou outros sinais de perigo descritos a seguir, não há perigo imediato. O ibuprofeno pode ajudar a aliviar a dor.

Sinais de perigo

Se uma pessoa tem problemas da vesícula, procure por estes sinais de perigo. A pessoa vai precisar de cirurgia.

  • Dor da vesícula biliar, que dura mais de 4 horas.
  • Dor da vesícula biliar com febre.
  • Dor da vesícula biliar com icterícia (pele ou olhos amarelados).
Prevenção

Evite carnes gordurosas, frituras ou outros alimentos muito gordurosos, que muitas vezes desencadeiam a dor da vesícula biliar em pessoas que têm este problema. (Está bem comer uma pequena quantidade de óleo ou gordura em cada refeição isso ajuda a vesícula biliar a esvaziar-se. Óleos vegetais são melhores do que o óleo de palma, manteiga ou banha de porco.)

Se você é gordo, a perda de peso pode ajudar, mas faça-o lentamente, fazendo exercícios muitas vezes e comendo quantidades menores. Perder muito peso rapidamente pode causar cálculos biliares (pedras na vesícula).

Pessoas que fazem exercícios diariamente são menos propensas a ter cálculos biliares

Cólicas menstruais

Muitas mulheres têm cólicas ou dores no baixo ventre antes ou durante o seu período menstrual (menstruação). Descansar, fazer massagem suave, ou tomar um analgésico como o ibuprofeno ajuda. Para saber mais sobre a menstruação e como reduzir a dor, ver Ciclo menstrual da mulher (em desenvolvimento).

Uma bolsa de água quente ou compressas mornas sobre a barriga pode ajudar com a dor.

Infecção pélvica

Quando uma mulher tem dor no baixo ventre, ela pode ter uma infecção do útero chamada infecção pélvica. Há dois tipos de infecção pélvica, as duas são perigosas. Isso pode aconteecer quando os micróbios entram no corpo da mulher, após o parto ou aborto, ou quando uma infecção de transmissão sexual não é tratada e se espalha para o útero.

Sinais
  • Dor no baixo ventre (pélvis) - que pode ser ligeira ou intensa.
  • Dor ou sangramento durante a relação sexual.
  • Dor quando se pressiona no baixo ventre.
  • Febre.
  • Sangramento vaginal incomum ou corrimento vaginal com mau-cheiro.
Tratamento

Trate de imediato a infecção com antibióticos para evitar agravamento, infertilidade ou até a morte. Se a infecção surgiu depois de um aborto ou o parto clique aqui. Se a mulher não estava grávida recentemente, ela precisa de medicamentos diferentes, listados em Medicamentos para Problemas e infecções genitais (em desenvolvimento).

Infecção urinária, infecção renal

A infecção da bexiga (infecção do tracto urinário, cistite) provoca dor ou ardor ao urinar, dor por trás ou acima do osso pélvico. Mas, se a infecção se estende para os rins, a dor pode ser sentida de lado ou na parte de trás. As infecções urinárias são especialmente comuns em mulheres. Para saber mais sobre infecções urinárias e renais, consulte Dificuldades a urinar (em desenvolvimento).

Dor quando você toca em um dos lados da parte inferior das costas pode significar uma infecção ou pedra no rim.

Cálculos renais (pedra nos rins)

Os cálculos renais são pequenas pedras que se formam no interior do rim, ureteres, ou bexiga e causam muita dor à medida que saem com a urina. Normalmente, a dor piora lentamente e depois pára. A dor dura 20 minutos a uma hora de cada vez. Muitas vezes é maior de um lado e pode ser sentida em qualquer lugar a partir de trás para a uretra (o tubo que a urina percorre). Nos homens, a dor também pode ser sentida nos testículos. Pode haver sangue na urina. Normalmente não há febre e a barriga está mole. O tratamento é tomar um medicamento para a dor e beber muita água até que a pedra passe, mas veja Dificuldades a urinar (em desenvolvimento) para mais informações sobre como prevenir e tratar pedras nos rins.

Hepatite

O fígado limpa o sangue. Quando o fígado não funciona bem, as toxinas e resíduos se acumulam no corpo, causando doença.

Hepatite é o nome que se dá a inflamação do fígado. . A hepatite pode ser causada por vírus, álcool, ou intoxicação por químicos. Todos os tipos de hepatite têm sinais semelhantes. Mas a pessoa apanha os vários tipos de hepatite, de diferentes maneiras, e algumas são mais perigosas ou mais prolongadas do que outras. A Hepatite A e E geralmente desaparecem dentro de poucos meses. A Hepatite B e C podem durar por muitos anos e pode levar ao cancro do fígado.

Sinais
  • Náuseas e vómitos.
  • Prurido cutâneo (comichão).
  • Urina escura - a cor de Coca-Cola.
  • Fezes esbranquiçadas.
  • Dor no lado direito do abdomen. Ou dores musculares e de todas as articulações.
  • Fraqueza e cansaço que podem durar meses.
  • Olhos e pele amarelados.

Você pode ser capaz de sentir o fígado aumentado do lado de fora, no lado direito, logo abaixo das costelas.

Para ajudar o fígado a curar

Existem hoje medicamentos que podem ajudar a tratar a hepatite B e C, no entanto, eles ainda não estão amplamente disponíveis. Verifique no seu centro de saúde para ver se pode obtê-los onde mora. Mesmo sem medicamentos, repouso, muitos líquidos e evitar certas coisas que prejudicam o fígado pode ajudar a curar.

Hepatite faz a pessoa sentir-se muito cansada. Ouça o seu corpo e descanse
  • Beba muitos líquidos ao longo do dia - 8 copos ou mais. Água, sumos de fruta, caldos e sopas são todas escolhas saudáveis.
  • Não beber álcool por pelo menos 6 meses. O álcool é muito prejudicial para o fígado. Se precisar de ajuda para parar de beber álcool, consulte Drogas, álcool e tabaco (em desenvolvimento).
  • Evite paracetamol, pois pode acumular-se no fígado e causar problemas. Tome um outro medicamento para a dor se precisar.
  • Se você tem tuberculose, procure aconselhamento médico. (Se você desenvolver sinais de hepatite enquanto toma medicamentos para a tuberculose, interrompa o tratamento imediatamente e procure ajuda médica).
  • Seja cauteloso no uso de medicamentos. Evite medicamentos que não são essenciais. Muitos medicamentos prejudicam o fígado, especialmente quando tomados em grandes quantidades, ou durante um longo período.
Prevenção

Hepatite A e E se transmitem devido a falta de saneamento e podem ser prevenidas lavando as mãos e usando latrinas.

Lave as mãos várias vezes ao dia para proteger os outros da infecção. Todas pessoas que vivem em sua casa devem lavar as mãos com mais frequência também.

O vírus da Hepatite B e C são encontrados no sangue e fluídos sexuais. Estas formas de hepatite transmitem-se durante a relação sexual ou quando os instrumentos para fazer cicatrizes, tatuagens, cortar ou injectar são usados em mais de uma pessoa, sem esteriliza-los. Isto permite que o sangue, e o vírus que se encontra no sangue, passe de uma pessoa para outra. A Hepatite B e C também podem passar da mãe para o bebé durante a gravidez, parto ou após o nascimento.

Em lugares onde a hepatite B é muito comum, incluindo muitas partes da África e da Ásia, esta se transmite entre as crianças e dentro de famílias, mesmo sem haver mistura de sangue. Isso é mais provável de acontecer quando a família vive numa pequena casa lotada e as pessoas estão em contacto muito próximo a maior parte do tempo.

Prevenir hepatite B e C:

  • Evite injecções a menos que seja necessário. Em qualquer injecção deve usar uma nova agulha e uma nova seringa. Se não consegue obter novas, deve esterilizar as agulhas e as seringas entre cada uso. Ver Medicamentos, testes laboratoriais e tratamentos (em desenvolvimento).
  • Use preservativo quando tiver relações sexuais.
  • A Hepatite A e B podem ser prevenidas com vacinas. A vacina contra hepatite B é especialmente importante para as pessoas que vivem em locais onde o vírus da hepatite B ou o cancro do fígado são comuns.

Se você está cuidando de um doente com hepatite, mantenha-se saudável, lavando as mãos com frequência e proteja-se do seu sangue e fezes.

Abcesso do fígado

O abcesso do fígado pode ser causado por uma infecção por amebas que vai para o fígado. Isto é mais comum nos homens.

Sinais

Desconforto ou dor na parte superior direita da barriga, com febre. A dor também pode ir para o lado direito do peito. A dor piora quando a pessoa caminha. Compare isso com hepatite; cirrose (ver Drogas, álcool e tabaco - em desenvolvimento), e dor da vesícula biliar.

Se alguém com sinais de abcesso hepático começa a tossir e a tirar um líquido castanho, o abcesso está a drenar no seu pulmão. Isso requer ajuda médica.

Tratamento

Trate como se fosse disenteria amebiana. Depois dê furoato de diloxanida durante 10 dias.



pt.hesperian.org