Hesperian Health Guides

Mais medicamentos usados para a malária

Cloroquina


Na maior parte do mundo, a malária é resistente à cloroquina. Procure que medicamentos são eficazes (funcionam melhor) na sua área. Se você não souber que tipo de malária a pessoa tem, é melhor tratar com a terapia combinada com derivados da artemisinina (ACT).

Ao tratar a malária por plasmodium vivax ou ovale com cloroquina, você também necessita de primaquina para impedir que a malária volte.

Em alguns países onde a malária não é resistente a ela, a cloroquina é usada por si só para prevenir a malária. Nos países onde a resistência é baixa, a cloroquina combinada com o proguanil às vezes é usada para prevenir a malária.

A cloroquina é segura para as mulheres grávidas ou que estão amamentando, tanto para prevenção como para o tratamento da malária.

Efeitos adversosGreen-effects-nwtnd.png

Pode causar tonturas ligeiras, náusea, vómito, dor abdominal, comichão.

ImportanteNBgrnimportant.png

Se a dose for muito alta, a cloroquina é muito perigosa, especialmente em crianças.

Não use se a pessoa tiver epilepsia.

Use com precaução (cuidado) se a pessoa tiver diabetes.

Como usarNBgrnpill.png

Tome com alimentos.

A cloroquina apresenta-se em duas formas, fosfato de cloroquina e sulfato de cloroquina. A parte activa da cloroquina é chamada base.

Dose por peso corporal. A dose total cloroquina base administrada durante 3 dias é de 25 mg/kg, da seguinte forma: 

NWTND bag arrow.png
Dia 1: 10 mg de cloroquina base por kg
Dia 2: 10 mg de cloroquina base por kg
Dia 3: 5 mg de cloroquina base por kg


Os comprimidos de fosfato de cloroquina geralmente apresentam-se em comprimidos de 250 mg (contendo 150 mg de cloroquina base).

Os comprimidos de sulfato de cloroquina geralmente apresentam-se em comprimidos de 200 mg (contendo 155 mg de cloroquina base).

Tenha certeza que sabe que tipo de cloroquina tem e que quantidade de cloroquina base tem em cada um (dosagem do comprimido).

Para tratar a malária não complicada não resistente à cloroquina

Usando comprimidos de 250 mg de fosfato de cloroquina (150 mg cloroquina base) OU comprimidos de 200 mg de sulfato de cloroquina (155 mg de cloroquina base):

NWTND bag arrow.png
Dê uma dose no dia 1 e a mesma no dia 2:
Menos de 8 kg: ½ comprimido
8 kg a 15 kg: 1 comprimido
16 kg a 30 kg: 2 comprimidos
31 kg a 45 kg: 3 comprimidos
46 kg e mais: 4 comprimidos


NWTND bag arrow.png
No dia 3, dê metade da dose do dia 1:
Menos de 8 kg: ¼ comprimido
8 kg a 15 kg: ½ comprimido
16 kg a 30 kg: 1 comprimido
31 kg a 45 kg: 1½ comprimidos
46 kg e mais: 2 comprimidos

Para prevenir a malária devido a plamodium vivax ou ovale, onde não é resistente à cloroquina

Para prevenção, tome cloroquina uma vez por semana, começando 1 ou 2 semanas antes da viagem. Continue com uma dose por semana enquanto estiver lá e por 4 semanas após deixar a região com malária.

Administre a dose usada no dia 3 do tratamento mostrado acima. Por exemplo, para prevenção, um adulto toma semanalmente 2 comprimidos de fosfato de cloroquina com 150 mg de base de cloroquina ou 2 comprimidos de sulfato de cloroquina com 155 mg de base de cloroquina.

Para prevenir a malária por P. falciparum, onde a resistência à cloroquina é baixa

Para os viajantes para países onde há alguma resistência à cloroquina, mas o medicamento ainda é eficaz (funciona), a cloroquina é tomada uma vez por semana e enquanto também se toma proguanil uma vez ao dia.. Inicie os dois medicamentos 1 semana antes da viagem.

Continue com uma dose por semana enquanto estiver lá e por 4 semanas após deixar a região com malária. Tome a cloroquina no mesmo dia da semana e o proguanil na mesma hora do dia. Tome com alimentos.

NWTND bag arrow.png
Usando comprimidos com 155 mg ou 150 mg de cloroquina base e comprimidos de proguanil com 100 mg de cloridrato de proguanil:
1 a 4 anos: ½ comprimido de proguanil por dia e ½ comprimido de cloroquina por semana
5 a 8 anos: 1 comprimido de proguanil por dia e 1 comprimido de cloroquina por semana
9 a 14 anos: 1 e ½ comprimido de proguanil por dia e 1 e ½ comprimido de cloroquina por semana
15 anos ou mais: 2 comprimidos de proguanil por dia e 2 comprimidos de cloroquina por semana

Primaquina


A primaquina é usada por 14 dias juntamente com ou imediatamente após o tratamento com cloroquina para evitar o retorno de ataques de febre por tipos de malária P. vivax e ovale.

Em algumas regiões, uma dose única de primaquina é administrada no primeiro dia do tratamento de três dias com ACT para a malária por P. falciparum. Isso ajuda a impedir a transmissão do P. falciparum para outras pessoas.

ImportanteNBgrnimportant.png

A primaquina não deve ser administrada a mulheres grávidas ou que estejam amamentando um bebé com 6 meses ou menos.

Geralmente não se administra primaquina a crianças com menos de 1 ano de idade.

Para pessoas com um problema do sangue chamada deficiência de Glicose-6-fosfato-desidrogenase - G6PD (favismo), um profissional de saúde experiente usa doses mais baixas de primaquina, ao longo de muitas semanas.

Efeitos adversosGreen-effects-nwtnd.png

Desconforto e dor do estômago.

Como usarNBgrnpill.png

Tome com alimentos.

O fosfato de primaquina é uma forma comum de primaquina. Muitas vezes, os comprimidos contêm 15 mg de primaquina base, a parte activa do medicamento.

Para impedir que a malária por vivax e ovale reapareça na mesma pessoa, use com ou logo após o tratamento com cloroquina

Dose por peso ou, se não puder pesar a criança, dose por idade.

NWTND bag arrow.png
Usando comprimidos com 15 mg de primaquina base dê:
10 kg a 24 kg (3 a 7 anos): ¼ comprimido por dia durante 14 dias
25 kg a 49 kg (8 a 11 anos): ½ comprimido por dia durante 14 dias
50 kg ou mais (12 anos ou mais): 1 comprimido por dia durante 14 dias

Para impedir que a malária por falciparum se propague, onde P. falciparum não é comum

Em algumas regiões, a adição de uma dose única de primaquina ao tratamento com ACT é recomendada para impedir a propagação da malária.

NWTND bag arrow.png
No primeiro dia do tratamento de três dias com ACT e usando comprimidos com 15 mg de primaquina base dê:
10 kg a 24 kg (3 a 7 anos): ¼ comprimido uma vez
25 kg a 49 kg (8 a 11 anos): ½ comprimido uma vez
50 kg ou mais (12 anos ou mais): 1 comprimido uma vez

Proguanil e Atovaquona + Proguanil


O proguanil é geralmente usado para a prevenção da malária pelos viajantes. O proguanil é sempre usado com outro medicamento contra a malária.

Efeitos adversosGreen-effects-nwtnd.png

Pode causar dor de cabeça, tosse, diarreia e desconforto ligeiro no estômago.

ImportanteNBgrnimportant.png

Pessoas com problemas renais graves não devem usar proguanil.

Como usarNBgrnpill.png

O proguanil e a cloroquina juntos são usados para prevenir a malária em áreas onde há baixa resistência à cloroquina.

Atovaquona e proguanil apresentam-se num comprimido em combinação a dose fixa. É usado principalmente para prevenir a malária, mas em países onde o ACT e outros medicamentos contra malária não são eficazes (já não funcionam), às vezes é usado para tratar a malária em combinação com artesunato e primaquina.

Os comprimidos contêm:
62,5 mg de atovaquona + 25 mg de proguanil (para crianças)
250 mg de atovaquona + 100 mg de proguanil (para adultos)

Para prevenir a malária

Adultos e crianças tomam uma dose por dia, iniciando 1 ou 2 dias antes da viagem. Continue com uma dose por dia enquanto estiver lá e por 7 dias após deixar a região com malária.

NWTND bag arrow.png
Usando comprimidos fabricados para crianças com 62,5 mg de atovaquona + 25 mg de proguanil, dê:
5 kg a 7 kg: ½ comprimido por dia
8 kg to 9 kg: ¾ tablet each day
10 a 19 kg: 1 comprimido por dia
20 kg a 29 kg: 2 comprimidos por dia
30 kg a 39 kg: 3 comprimidos por dia
40 kg ou mais: 4 comprimidos para crianças OU 1 comprimido para adultos por dia.

Quinina, injecções


A malária grave é uma emergência médica. Às vezes, uma injecção de quinina no músculo (intramuscular) é usada para tratar a pessoa antes de enviá-la ao hospital. As injecções de quinina só devem ser administradas por um profissional de saúde experiente que sabe a dose correcta e como administrá-la.

Para as crianças com malária grave, se o artesunato injectável não estiver disponível, é mais seguro usar supositórios de artesunato em vez de quinino antes de transferir para uma unidade sanitária com mais recursos.

Sulfato de quinina, comprimidos


Os comprimidos de quinina por via oral são usados para tratar a malária não complicada, onde a cloroquina não é eficaz (não funciona).

Para as mulheres nos primeiros 3 meses de gravidez, use quinino e clindamicina para tratar a malária por P. falciparum. Na malária por P. vivax resistente à cloroquina, use somente quinino.

Às vezes, a combinação de quinino e clindamicina ou doxiciclina é usada se um ACT não estiver disponível para terminar o tratamento da pessoa após cuidados de emergência para malária grave.

A quinina não é usada para prevenir a malária.

Efeitos adversosGreen-effects-nwtnd.png

Às vezes, o quinino causa sudação (transpiração), zumbido ou problemas de audição, visão turva, tonturas, náusea e vómito e diarreia.

Se a pessoa estiver a vomitar o quinino, um medicamento contra a náusea como a prometazina pode ajudar.

ImportanteNBgrnimportant.png

Tomar muito quinino é perigoso. O quinino pode provocar níveis baixos de açúcar no sangue. Procure ajuda médica para os sinais de perigo, como tonturas, confusão, perda de consciência ou o coração batendo muito rápido ou muito devagar.

Não use quinino se estiver a tomar cloroquina ou mefloquina.

Como usarNBgrnpill.png

Trate com quinino durante 3 ou 7 dias, dependendo da região. Também pode ser necessária clindamicina ou doxiciclina.

O sulfato de quinina, o cloridrato de quinina e o dicloridrato de quinina apresentam-se em comprimidos de 300 mg e a sua dose é a mesma. Por peso corporal, a dose é de 10 mg de sulfato de quinina por kg, tomada 3 vezes ao dia. Os comprimidos de bissulfato de quinina, no entanto, têm uma dose diferente: 14 mg por kg, tomados 3 vezes ao dia.

Para tratar a malária não complicada por P. falciparum resistente à cloroquina

Dependendo de onde você mora, o tratamento será de 3 ou 7 dias.

Dose por peso corporal.

NWTND bag arrow.png
Utilizando comprimidos de 300 mg de sulfato de quinino, cloridrato de quinino e dicloridrato de quinino, dê:
7 a 11 kg: ¼ comprimido, 3 vezes ao dia
12 a 24 kg: ½ comprimido, 3 vezes ao dia
25 a 34 kg: 1 comprimido, 3 vezes ao dia
35 a 49 kg: 1½ comprimidos, 3 vezes ao dia
50 kg ou mais: 2 comprimidos, 3 vezes ao dia

Tome também clindamicina ou doxiciclina por 7 dias a partir do dia 2 ou 3 após iniciar o quinino, quando a pessoa tem menos chance de vomitar os medicamentos.

Para clindamicina: a dose diária é de 20 mg por kg de peso corporal por 7 dias, dividida em 2 doses por dia.

NWTND bag arrow.png
Usando cápsulas de clindamicina de 150 mg, dê:
10 a 19 kg: 1 cápsula (150 mg), 2 vezes por dia, durante 7 dias
20 a 29 kg: 2 cápsulas (300 mg), 2 vezes por dia, durante 7 dias
30 a 44 kg: 3 cápsulas (450 mg), 2 vezes por dia, durante 7 dias
NWTND bag arrow.png
Usando cápsulas de clindamicina de 300 mg, dê:
45 kg ou mais: 2 cápsulas (600 mg), 2 vezes por dia, durante 7 dias
ImportanteNBgrnimportant.png

Se você tiver diarreia aquosa ou com sangue, pare de tomar clindamicina imediatamente.

Como o medicamento pode passar através do leite materno para o bebé, evite dar clindamicina a mulheres que amamentam.

Não tome antiácidos por 2 horas antes ou depois de tomar clindamicina. Eles tornam o medicamento menos eficaz.

Para tratar a malária não-complicada por P. vivax resistente à cloroquina

NWTND bag arrow.png
Use sulfato de quinina e clindamicina ou doxiciclina como na malária por P. falciparum resistente à cloroquina (veja acima). Após esse tratamento, adicione 14 dias de primaquina. Mas não adicione primaquina na mulher grávida.

Doxiciclina


A doxiciclina é um antibiótico com muitos usos. Pode ser usado para tratar a malária quando combinado com quinino. A doxiciclina também é usada para prevenir a malária nos viajantes.

Efeitos adversosGreen-effects-nwtnd.png

Azia, cólicas abdominais, diarreia e infecções fúngicas são comuns.

ImportanteNBgrnimportant.png

As mulheres grávidas e crianças com menos de 8 anos de idade devem evitar doxiciclina ou tetraciclina, pois esses medicamentos podem danificar ou manchar dentes e ossos.

Use com precaução (cuidado) em pessoas com doenças do rim, fígado, abdómen ou gastrite.

Evite comprimidos de ferro e antiácidos por 2 horas antes ou depois de tomar doxiciclina. Eles tornarão o medicamento menos eficaz.

Evite passar tempo ao sol enquanto estiver tomando doxiciclina para evitar queimaduras solares e erupções cutâneas.

Como usarNBgrnpill.png

Tome a doxiciclina com um copo cheio de água. Tome com alimentos se a doxiciclina provocar desconforto no seu estômago.

Para usar com quinina no tratamento da malária não complicada resistente à cloroquina

NWTND bag arrow.png
Para a malária não complicada por P. falciparum, inicie doxiciclina 1 ou 2 dias após o início do quinino ou assim que a pessoa puder tomar o medicamento sem vomitar:
Criança com mais de 8 anos, mas com menos de 40 kg: 50 mg, 2 vezes por dia, durante 7 dias
Criança com 40 kg ou mais e adultos: 100 mg, 2 vezes por dia, durante 7 dias


Dê também quinina.

Para usar com quinino no tratamento da malária não complicada por vivax

NWTND bag arrow.png
Dê a doxiciclina e quinino como se indica acima, e quando terminar, tome também primaquina por 14 dias.

Para prevenir a malária em viagens para áreas com malária:

NWTND bag arrow.png
Adultos e crianças tomam uma dose de doxiciclina por dia, iniciando um ou dois dias antes da viagem. Continue uma dose por dia enquanto estiver lá e por 28 dias após deixar a região com malária.
Criança com mais de 8 anos, mas menos de 40 kg: 50 mg uma vez por dia
Criança 40 kg ou mais e adultos: 100 mg uma vez por dia





Esta página foi actualizada: 08 mar. 2021