Hesperian Health Guides

Diabetes

O que é a diabetes?

Quando nós digerimos os alimentos, o açúcar entra no nosso sangue. Este açúcar é chamado de glicose e o nosso corpo usa-o para obter a energia que necessitamos. Os alimentos doces transformam-se em glicose. Outros alimentos, especialmente os ricos em carbohidratos (amido), tais como arroz, milho, mandioca, inhame, batata e pão ou outros alimentos feitos de trigo, também se podem transformar em glicose.

Diabetes significa ter muito açúcar no sangue. Na diabetes, além de dar-nos energia, o açúcar acumula-se no sangue e provoca danos ao organismo.

NWTND Diab Page 1-1.png Alimentos contendo amido, por exemplo, pão, tornam-se doces na boca.

O tipo mais comum de diabetes é a chamada diabetes Tipo 2. A diabetes Tipo 2 é causada principalmente por actividade insuficiente, ingestão de alimentos não saudáveis – especialmente alimentos processados e embalados – e aumento do stress e a desigualdade nas nossas vidas. A Diabetes é uma doença “crónica”, o que significa prolongada e que pode melhorar ou piorar, mas nunca desaparece completamente.

Para viver saudável com diabetes, é muito importante controlar a quantidade (nível) de açúcar no sangue. A diabetes é perigosa porque o açúcar elevado no sangue pode causar problemas como cegueira, perda de membros, perda da capacidade de ter relações sexuais, AVC (trombose) ou até mesmo a morte. Quando se mantêm os níveis de açúcar dentro do normal, esses problemas podem ser evitados, e pode-se ter uma vida produtiva e saudável. A isso se chama "controlo" da diabetes.

É possível ser saudável com diabetes?

Os medicamentos e cuidados médicos não podem curar a diabetes. Mas, as pessoas podem ser saudáveis com diabetes se aprenderem sobre a doença e tomarem cuidado para controlá-la por si próprias. As coisas mais importantes a fazer são: comer alimentos saudáveis, fazer exercícios, manter os dentes e as gengivas limpas, cuidar dos pés, encontrar formas de reduzir o stress e descansar o suficiente. Em alguns casos, os medicamentos também são necessários.

Profissionais de saúde também tratam a diabetes reunindo as pessoas em grupos de apoio para aprenderem sobre a doença e a cuidarem de si mesmas.
um grupo de pessoas falando.
Foi difícil dizer a minha família que precisava de alimentos mais saudáveis. Mas agora eles vêem como me sinto melhor e entendem que mudar o que comemos ajudará a saúde deles também.

Sinais de diabetes

Os primeiros sinais de diabetes são, muitas vezes, difíceis de reconhecer. Às vezes pode não haver sinais. Muitas pessoas têm diabetes sem saber.

Sinais que podem ser da diabetes
  • Sede
  • Micção (urinar) frequente
  • Visão turva
  • Falta de energia ou cansar-se facilmente
  • Cicatrização lenta das feridas
  • Pés que parecem dormentes
  • Infecções repetidas por fungos (candida) nas mulheres


Estes sinais são comuns a muitos problemas de saúde, por isso não se pode dizer se uma pessoa tem diabetes apenas através desses sinais. Faça um teste de sangue para ter a certeza.

uma criança pedindo colo a uma mulher que parece doente.
Sinais de perigo

Quando os níveis de açúcar no sangue ficam muito altos, eles causam:

  • Sede intensa
  • Fraqueza extrema, sonolência ou confusão
  • Fome
  • Perda de peso, mesmo que a pessoa coma o suficiente


Uma pessoa com esses sinais de perigo deve ser testada e tratada rapidamente. A pessoa pode morrer de níveis muito altos de açúcar no sangue se não for tratada. Ver Açúcar elevado no sangue (hiperglicemia).

Problemas causados por diabetes não controlada

Se a diabetes não for tratada durante meses ou anos, os níveis altos de açúcar podem danificar órgãos, nervos e vasos sanguíneos. Isto causa sérios problemas no corpo que podem levar a danos permanentes ou até mesmo à morte.

uma mulher.
acidente cerebral vascular (paralisia)
cegueira
infecção da gengiva, perda de dentes
ataque cardíaco
insuficiência renal
perda do desejo sexual, relação sexual dolorosa
nos homens: perda de erecção
nas mulheres: infecções fúngicas vaginais
infecções de pele que não cicatrizam, úlceras
falta de sensibilidade ou dor (neuropatia)

Os níveis elevados de açúcar no sangue podem causar danos nos nervos. Muitas pessoas com níveis mais elevados começam a sentir dor nos pés, ou os pés perdem sensibilidade. Os níveis elevados também causam problemas na circulação sanguínea que podem fazer com que as feridas curem lentamente. A pessoa pode ficar cansada rapidamente. Os níveis elevados de açúcar no sangue podem danificar os olhos e os rins, fazendo com que funcionem mal ou parem de funcionar.

Todos esses problemas são agravados por:

Ter tensão alta faz com que seja mais difícil para o seu coração trabalhar e bombear sangue, causa danos noutros órgãos e faz com que os níveis de açúcar no sangue sejam altos. Fumar provoca tensão alta e torna mais provável o surgimento de um acidente vascular cerebral (AVC) ou um ataque cardíaco (veja Doença cardíaca, em desenvolvimento). É importante que alguém com diabetes pare de fumar e baixe a sua tensão alta.

Mas a diabetes não tem de levar a esses problemas. Ao comer alimentos saudáveis, fazer exercício suficiente e reduzir o stress, pode-se manter os níveis de açúcar no sangue controlados. As infecções da boca e no pé são facilmente evitadas aprendendo algumas maneiras de cuidar dos seus pés, dentes e gengivas.

Tipos de diabetes

Existem 3 tipos de diabetes:

um homem administrando uma injecção a si próprio  na barriga.
A barriga é um lugar comum para injectar insulina.

A diabetes Tipo 1 geralmente acontece em pessoas jovens e surge rapidamente. A causa da diabetes Tipo 1 não é conhecida. É muito menos comum que a Tipo 2.

Se uma criança ou adulto jovem sente sede a maior parte do tempo, sente-se fraco ou perde peso apesar de comer bem, teste-o imediatamente. Se ele tem diabetes Tipo 1, ele precisa de tratamento urgente.

A diabetes Tipo 1 significa que essa pessoa não consegue processar bem o açúcar. Para viver, ele precisará de injectar, todos os dias, um medicamento chamado insulina pelo resto de sua vida. Ele precisará de insulina e equipamentos, além de educação e apoio para usá-lo correctamente.

2 mulheres olhando para um sinal.
Preocupado com diabetes?
Vá à palestra do Profissional de saúde hoje à noite.
Centro de Saúde

A diabetes Tipo 2 geralmente começa em adultos e surge lentamente, mas os jovens também podem ter. A maioria das pessoas com diabetes tem o Tipo 2 e isso é, principalmente, o que se trata neste capítulo.

As pessoas que comem mais alimentos processados, açucarados e ricos em carbohidratos e têm menos actividade física são mais propensas a ter diabetes Tipo 2. O mesmo acontece com as pessoas com barriga grande, com familiares com diabetes ou que passaram fome por muito tempo.

Tratar a diabetes Tipo 2 começa com uma alimentação saudável, aumentando a actividade física e reduzindo o stress. As pessoas com diabetes Tipo 2 também podem beneficiar-se de medicamentos ou de plantas medicinais.

NWTND Diab Page 5-2.png

A diabetes gestacional é um tipo de diabetes Tipo 2 que surge em algumas mulheres grávidas. Uma mulher com diabetes gestacional terá açúcar elevado no sangue e também o bebé no seu útero. Após o parto, o seu nível de açúcar no sangue pode voltar ao normal ou a mulher pode desenvolver diabetes Tipo 2.

As mães com diabetes gestacional podem ter gravidezes difíceis e os seus bebés tendem a crescer muito no útero, tornando o parto difícil. Uma mulher com diabetes deve ter o parto num hospital, caso precise de um parto por cesariana. O bebê pode nascer com níveis baixos ou altos de açúcar no sangue ou problemas respiratórios.

A diabetes gestacional é controlada principalmente com uma alimentação saudável e, por vezes, com medicamentos ou plantas medicinais.

A maioria das mulheres com diabetes pode dar à luz bebés saudáveis.




Esta página foi actualizada: 24 jan. 2020