Hesperian Health Guides

Prevenir infecções de transmissão sexual

As infecções de transmissão sexual (ITS) são transmitidas de pessoa para pessoa durante as relações sexuais. Isto acontece quando há contacto com a pele ou fluidos da vagina, pénis, ânus, ou boca. Qualquer pessoa pode contrair uma ITS, mas elas são menos susceptíveis de se transmitir quando as pessoas praticam sexo seguro, tratam e curam infecções, e trabalham para mudar as condições que permitiram que as ITS se tornassem um problema grave.

É maisprovável que contraia uma ITS se:
  • o seu parceiro tiver sinais de uma ITS. Eles podem facilmente passar-lhe a ITS, ou poderiam já tê-la passado, mesmo que você não tenha sinais.
  • tiver mais do que um parceiro.
  • tiver um novo parceiro que possa ter uma ITS do seu parceiro anterior.
  • o seu parceiro tem outros parceiros que podem ter ITS.
  • você e seu parceiro não usam preservativos.
  • tem relações sexuais com alguém que partilha agulhas usadas para administrar medicamentos, ou se partilham agulhas para injectar drogas.


Onde há testes disponíveis, teste frequentemente se há possibilidade de contrair uma ITS. O teste de ITS a cada 6 a 12 meses é uma boa ideia tanto para mulheres como para homens que tem relações sexuais sem proteção com mais do que um parceiro, com um parceiro que tem relações sexuaiscom outros, ou uma pessoa que injecta drogas.

As mulheres têm maior risco

As mulheres enfrentam mais obstáculos para se protegerem das ITS e receberem tratamento adequado, especialmente nas comunidades onde:

  • o casamento prematuro é comum
NWTND sti Page 22-1.png
  • énegada informação e serviços de saúde sexual as mulheres.
  • se espera que os homens tenham muitas parceiras.
  • é negada educação as mulheres e raparigas.
  • ninguém fala sobre abuso sexual ou como parar com isso.
  • mulheres estão em situações onde é difícil ou perigoso recusar relações sexuais.
  • trabalho sexual (prostituição) é criminalizado.
  • sexo e sexualidade são considerados vergonhosos, mesmo pensando que são normais e ninguém fala sobre sexo abertamente.


um homem embriagado (bêbado) falando para uma mulher que parece estar com medo
Venha para a cama comigo.
Eu não sei com quem ele estava.
NWTND sti Page 23-1.png
Beijar é seguro
NWTND sti Page 23-2.png
Tocar é seguro
NWTND sti Page 23-3.png
Sexo oral é menos seguro que tocar — mais seguro com preservativo
NWTND sti Page 23-4.png
Sexo vaginal é mais arriscado que o oral — mais seguro com preservativo
NWTND sti Page 23-5.png
Sexo anal é muito arriscado— mais seguro com reservativo

Sexo seguro

What is safer sex and how can you make sex more safe for you? This may not be easy but often there is something you can do. Practicing safer sex can prevent you from getting or spreading a STI.

O que é sexo seguro e como pode tornar o sexo mais seguro para si? Isto pode não ser fácil, mas muitas vezes existe algo que pode fazer. Praticar sexo seguro pode evitar que tenha ou transmita uma ITS. Aqui estão algumas formas de ter sexo seguro:

  • Não ter relações sexuais. Isto também é designado abstinência sexual. Se não tiver relações sexuais, não terá uma ITS. Todos podem fazer isto durante pouco tempo, mas para a maioria das pessoas esta escolha não é o que desejam para o resto das suas vidas.
  • Tenha relações sexuais com apenas um parceiro. Escolha uma pessoa que conhece bem e tenha certeza que apenas tem relações sexuais consigo. Façam testes juntos para se certificarem de que nenhum de vocês tem uma ITS de um parceiro anterior. Ser fiel um ao outro e evitar outras formas de apanhar uma ITS irá proteger a ambos.
  • Não tenha relações sexuais com alguém que tenha sinais de ITS. Ajude-os a serem testados e tratados antes de ter relações sexuais com eles. A menos que a pessoa seja testada, é difícil saber quem tem uma ITS e quem não tem. As ITSs podem transmitir-se mesmo que a pessoa não tenha sinais.
  • Fazer sexo sem penetração da vagina ou do ânus.Existem muitas formas de dar e obter prazer sem penetração, incluindo beijar, esfregar, ou massajar diferentes partes do corpo, e tocar os genitais um do outro com as mãos (masturbação mútua) ou com a boca (sexo oral).
  • Usar sempre preservativos. Coloque sempre um preservativo de látex antes que os genitais do seu parceiro toquem os seus, mesmo com um parceiro de longa duração. Os preservativos femininos protegem melhor contra as ITSs porque cobrem mais a área genital. Se estiver a tentar engravidar, só tenha relações sexuais sem preservativo durante o seu período fértil. Use preservativos masculinos ou femininos durante o sexo oral. Use também preservativo com brinquedos sexuais que mais do que uma pessoa tenha partilhado.

Falar de sexo com o seu parceiro

A maioria das pessoas é ensinada a não falar sobre sexo, mesmo com as pessoas com quem fazem sexo. Aqui estão algumas sugestões:

  • Concentre-se na segurança. Se você quer sexo seguro, o seu parceiro pode pensar que não confia nele. Mas a questão é a segurança, não a confiança, porque uma pessoa pode ter uma ITS sem o saber. Sexo mais seguro é uma boa ideia para o casal, mesmo que ambos os parceiros tenham relações sexuais apenas um com o outro.
  • Concentre-se na prevenção da gravidez indesejada. Se não quiser ter um filho agora, você e o seu parceiro podem falar sobre como os preservativos previnem as ITS e impedem a gravidez.
  • Pratique conversando com um amigo. Peça a um amigo que finja ser seu parceiro e depois pratique o que quer dizer. Pense em como o seu parceiro poderia responder, e pratique para cada possibilidade. É provável que ambos se sentirão nervosos falando sobre sexo, pense nas formas de tornar a conversa mais fácil para cada um de vocês.
  • Não espere até que vocês estejam quase a ter relações sexuais para falar sobre isso! Escolha um momento em que ambos estão relaxados e se sentem bem sobre um e outro. Se você parou de ter sexo porque tem um novo bebé, ou está sendo tratada por uma ITS, tente falar antes de ter sexo outra vez. Se você e o seu parceiro vivem longe um do outro ou devem viajar muito, fale sobre como proteger a sua saúde sexual antes de estarem juntos.
  • Aprenda mais sobre os riscos e como ter sexo seguro. As pessoas que não sabem muito sobre ITS, como elas se transmitem e os seus efeitos na saúde a longo termo, não compreendem os riscos envolvidos no sexo não seguro. A informação pode ajuda-lo a convence-los da necessidade de praticar sexo seguro.


Um homem, profissional de saúde conversando com um casal
Vocês os dois serão tratados hoje e nós falaremos sobre a prevenção de nova infecção.

Tratamento como prevenção

A maioria das ITS pode ser curada com tratamento, especialmente quando o tratamento inicia o mais cedo possível. Ter uma ITS torna a infecção por HIV ou outra ITS mais provável, mas após o tratamento, as pessoas geralmente não transmitem ITS a outras.

Trate imediatamente. Os profissionais de saúde conhecem a sua comunidade e se uma pessoa veio procurar ajuda para uma ITS é provável que regresse para receber outros cuidados. Isso irá ajudá-los a decidir com que tratamento ou tratamentos iniciar.

Trate os parceiros. Quando uma pessoa descobre que tem uma ITS, outras pessoas com quem teve relações sexuais precisarão ser testadas e tratadas. Se lhe for difícil falar com antigos parceiros, os profissionais de saúde e os programas de ITS podem ajudar a contactar as pessoas para que estas sejam testadas. Se conseguir falar com ex-parceiros em segurança, insista que eles evitem todo o contacto sexual até que sejam testados, tratados e curados.

Tratar as mulheres grávidas rapidamente previne que a infecção se transmita e os problemas que podem causar ao bebé.

Medicamentos preventivos para algumas ITS

A Profilaxia Pós Exposição (PrPE) é uma forma de usar os medicamentos para tratar o HIV, o chamado tratamento anti-retroviral, para prevenir que uma pessoa apanhe uma infecção por HIV. Quando uma pessoa é exposta ao HIV (por exemplo, por violação ou sexo sem preservativo, ou por agulhas de seringas ou contacto com sangue), tomar medicamentos contra o HIV o mais rápido possível dentro de 3 dias pode prevenir a infecção pelo HIV. Quando as pessoas expostas ao HIV são negativas, a toma diária dos medicamentos contra o HIV (anti-retrovirais) para prevenir a infecção, chama-se Profilaxia Pré-Exposição (PrEP). Ver o capítulo sobre HIV e SIDA (em desenvolvimento) para mais informações.

Uma série completa de vacinas contra a hepatite B e a imunoglobulina para a hepatite B (HBIG), iniciada cedo possível após a exposição, pode prevenir a infecção pela hepatite B.

Os programas de rastreio, testes e tratamento de ITS devem estar em todo lado

Quando os centros de saúde fornecem testes e tratamento de ITS como parte dos serviços de planeamento familiar, consultas pré-natais, e outros serviços de saúde, os testes e tratamento tornam-se mais acessíveis a todos. Todos, especialmente os jovens, precisam de serviços acessíveis, económicos e respeitados. Acrescentar serviços as clínicas baseadas em escolas ou realizar eventos especiais para oferecer testes e aconselhamento em feiras de rua, bares, salões de dança, ou qualquer outro lugar onde as pessoas não vão regularmente para obter cuidados de saúde. Qualquer lugar onde a pessoa vá é um bom local para ter informações e serviços sobre ITS.

um grupo de adultos sentados num círculo, com um  quadropara treinar os Profissionais de saúde.
Treino dos profissionais de saúde
Discuta:
5 formas de fazer com que as pessoas se sintam bem-vindas

5 formas de falar sem criticar a pessoa

Pare a vergonha e o estigma sobre a ITSs

Pt NWTND sti Page 28-1.png

Partilhe informação sobre preservativos e como usa-los. Muitas unidades sanitárias, programas governamentais e organizações não-governamentais, fornecem preservativos gratuitos a pessoas que necessitam deles. Veja o capítulo Planeamento Familiar (p. 8)para mais informação sobre como usar preservativos masculinos e femininos.

Trabalhe com a sua comunidade. Fale e ensine sobre sexo. É mais provável as pessoas prevenirem as ITS quando podem falar abertamente sobre sexo e têm acesso a informação, serviços e preservativos assim como testar e tratar as ITS.O manual da Hesperian Guía práctica para promover la salud de las mujerestem muitas actividades e ideias para iniciar discussões e resolver os problemas relacionados com a saúde sexual.

Onde se ensina que o sexo é vergonhoso, é mais difícil procurar ajuda para uma ITS. Se casais do mesmo sexo,têm relações sexuais (entre 2 homens, ou entre 2 mulheres) forem discriminados ou vivem escondidos, as pessoas terão mais dificuldade em falar com os seus parceiros sobre sexo seguro, testes, ou ver um profissional de saúde. O estigma ou a discriminação contra trabalhadores do sexo, pessoas que usam drogas injectáveis, têm a pele escura, ou são membros de uma classe ou casta considerada "inferior", tornam difícil para a comunidade prevenir as ITS.

Os centros de saúde podem ajudar a diminuir o estigma de ter uma ITS, fornecendo testes e tratamento como parte de rotina dos cuidados de saúde para todos, adultos e jovens. Para que as pessoas se sintam confortáveis com os testes de ITS, precisam saber que serão tratadas com respeito e privacidade.

A longo prazo, as ITS podem ser melhor prevenidas lutando por condições sociais e económicas mais justas. Quando as famílias não precisam se separar para encontrar trabalho, quando as pessoas não precisam de trocar os seus corpos por comida, abrigo ou dinheiro, e quando os jovens têm acesso à educação e a um futuro, haverá menos casos de infecções de transmissão sexual.


Esta página foi actualizada: 18 mai. 2022