Hesperian Health Guides

Problemas físicos

Paralisia cerebral (criança espástica)

A paralisia cerebral é uma deficiência no cérebro que afecta a forma como uma criança se move e sustenta o seu corpo.

  • Ao nascer, o bebé pode flácido ou mole (mas às vezes parece normal à primeira vista).
  • A medida que o bebé cresce, ele se desenvolve mais lentamente que os outros bebés. Ele pode demorar para segurar a cabeça, sentar ou gatinhar.
  • O bebé pode ter problemas para mamar.
  • Ele pode chorar muito e estar irritável. Ou pode ser extraordinariamente calmo.
  • A medida que o bebé cresce, seus movimentos são duros e espasmódicos.

Cerca de metade das crianças com paralisia cerebral são mais lentas a pensar e aprender, mas nunca assuma que este seja o caso. As crianças com paralisia cerebral podem jogar, aprender e ir à escola.

Criança com as pernas cruzadas, braço retorcido e a cabeça de lado, a ser levantada por um adulto
O rosto, pescoço ou corpo ficam torcidos com os espasmos. Os músculos endurecidos das pernas cruzam-se como uma tesoura.

A paralisia cerebral não tem cura. Mas você pode ajudar uma criança com esta deficiência a mover-se por si própria, comunicar e cuidar de si mesma e dos outros. Procure a ajuda de uma clínica que ofereça reabilitação ou fisioterapia.

Hernia umbilical (umbigo saído)

Criança com o umbigo que sai um pouco para fora
Criança cujo umbigo se destaca muito para fora

Um umbigo que se destaca como este é causado por uma pequena separação entre os músculos da barriga. Eles costumam fechar por si próprios, e nenhum remédio é Amarrar um pano por cima ou ao seu redor dele não vai ajudar. (Mas também não causa dano depois do cordão umbilical cair).

Mesmo uma hernia umbilical como esta não é perigosa e muitas vezes desaparecerá por si só. Se a hernia ainda estiver presente depois dos 5 anos, procure aconselhamento médico. Pode ser necessário cirurgia.

Testículo inchado, hidrocelo e hernia

Criança com escroto inchado num dos lados

As vezes, a bolsa que contém os testículos (escroto), pode encher-se de líquido ou uma ansa do intestino pode entrar nela o que causa inchaço no lado afectado.

Você pode identificar a causa do problema. Alumie com uma lanterna apontando a luz na parte de trás do escroto.

  • Se ele brilha, o escroto está preenchido com líquido. Isso é chamado de hidrocelo e geralmente desaparece por si só. Se durar mais de um ano, consulte o médico.
  • Se não brilhar e o inchaço se tornar maior quando a criança tosse ou grita, uma ansa do intestino entrou dentro do saco, a isso chama-se hérnia.


Virilha da criança com um inchaço num dos lados acima dos órgãos genitais

Uma hernia pode também causar inchaço aqui num rapaz ou numa menina. Se o inchaço aumenta quando a criança chora ou tosse, provavelmente é uma hernia. (Se fica na mesma, pode ser apenas um gânglio linfático inchado, veja Examinando uma pessoa doente – em desenvolvimento.)

Uma hernia precisa de ser reparada com uma cirurgia. Mas você deve primeiro tentar empurrá-la para dentro:

  1. Se possível, dê diazepam para acalmar a criança.
  2. Uma criança com as pernas abertas e dobradas, e um adulto empurrando a hérnia de volta ao lugar

  3. Use almofadas ou levante a parte inferior da cama ou esteira de modo a que os quadris (a bacia) da criança fiquem mais altos do que a cabeça.
  4. Faça-o dobrar o joelho e abrir a perna como um sapo do lado onde está a hérnia.
  5. Para diminuir o inchaço, aplique uma compressa fria ou gelo envolto num pano sobre a hernia. Aguarde 10 minutos ou mais.
  6. Se isso não resultar, você pode tentar pressionar delicada e muito lentamente para que a hernia volte ao seu lugar.

A criança ainda vai precisar de cirurgia, mesmo que tenha conseguido empurrar a hernia e colocá-la no lugar.

A dor intensa no escroto, especialmente se começa de repente, é geralmente uma torção de um tecido dentro do corpo. A isso se chama torção testicular e o menino vai precisar de cirurgia imediatamente para salvar o testículo.

Esta página foi actualizada: 09 mar. 2021