Hesperian Health Guides

Chave para o vacinação

Os profissionais de saúde são o ingrediente mais importante em qualquer campanha para ajudar crianças e adultos a obter as vacinas que necessitam para que todos se mantenham saudáveis. Mesmo que não seja um trabalhador de saúde a administrar a vacina, as pessoas ouvem os seus conselhos pois como membro da comunidade, as pessoas confiam em si.

Se trabalha num centro de saúde ou clínica:

  • Seja simpático e acolhedor para com cada um dos pais. Diga aos pais que qualquer pergunta é uma boa pergunta e eles não precisam sentir-se mal por perguntar.
uma trabalhadora de saúde falando com uma mulher com o seu bebé.
Vou injectar a vacina muito rapidamente para que ele sinta menos dor. Pode abraçá-lo para que ele se sinta seguro?
  • Porque as injecções podem doer, faça o seu melhor para tornar a experiência melhor para a criança. Talvez possa distrair a criança logo após a injecção com algo brilhante e colorido ou que faça som.
  • Num grupo ou a cada família explique cada vacina e porque ela é necessária, antes administrar a vacina. Descreva se ela normalmente causa febre ligeira ou dor, para que os pais não se preocupem. Explique o que fazer se os pais notarem qualquer sinal de perigo, tal como uma reacção alérgica.
  • Se a unidade sanitária está sem stock de uma vacina necessária, verifique se ela está disponível noutra unidade sanitária ou faça um plano com a família sobre quando podem voltar. Pode escrever um lembrete no cartão da unidade sanitária ou no cartão de vacinação (cartão de saúde).
  • Ajudar as famílias a manter os registos da vacinação numa caderneta ou cartão de saúde da criança ou outro método. Isto encoraja as pessoas a planearem e tomarem decisões sobre a saúde dos seus filhos.
de saúde falando com uma mulher com um bebé e uma criança pequena.
Lamento que o seu autocarro tenha chegado tão tarde. Podemos fazer as vacinações ainda hoje se puder esperar um pouco. Vieram de tão longe!

Muitas unidades sanitárias não obtêm todos os recursos que necessitam. Se isto fizer com que as pessoas tenham uma má experiência na unidade sanitária, podem não voltar para a vacinação. Mesmo com muito poucos trabalhadores ou suprimentos, encontram formas de melhorar a experiência das pessoas e fazê-las sentir-se bem ao visitarem a unidade sanitária.

Na comunidade, encoraje as famílias a serem vacinadas:

  • Fale com as mães e os pais. Embora as mães tragam geralmente as crianças para a unidade sanitária, quando os pais compreendem a importância das vacinas, as crianças têm mais probabilidades de apanhar as vacinas. Talvez ajude a falar também com os avós ou outros membros da família.
  • Se uma família está a evitando as vacinações, descubra porquê. Talvez seja um problema de transporte, dinheiro, ou outra coisa que possa ajudar a resolver. Assegure-os sobre a segurança e o valor das vacinas.
  • Treine e envolva as parteiras ou outras pessoas que ajudam as mulheres grávidas e as novas mães para que possam responder a perguntas sobre vacinas e ajudar as pessoas a obtê-las.
  • Envolva as crianças na promoção de vacinações. Se as crianças aprenderem sobre isso na escola, elas podem falar com os pais sobre as vacinas para os irmãos, familiares e vizinhos.
  • Faça o que funciona na sua comunidade. Falar com as pessoas nas suas casas pode ajudar. Ou poderá descobrir que os pais gostam de visitar o centro de saúde. Conversar com professores e líderes religiosos ou outros líderes da comunidade pode encorajar mais pessoas a serem vacinadas.


uma mulher falando a um grupo de adultos com um quadro dizendo "porque é que as crianças não tomam as suas vacinas?" com as razões escritas abaixo.


Você conhece melhor a sua comunidade. Ao organizar como garantir que todas as crianças obtenham as vacinas, veja quem está a tentar alcançar e o que as motiva, quais são as suas preocupações, quem toma que decisões familiares, e como envolver os líderes comunitários respeitados. Descubra também se é difícil para as pessoas obterem aconselhamento e serviços de saúde e o que é que poderia tornar mais fácil.

 uma professora numa sala de aula de crianças com um quadro negro a dizer "Como funcionam as vacinas"?
 um trabalhador da saúde a dar uma injecção a uma menina enquanto uma fila de estudantes está de pé atrás dela.
As escolas podem ensinar aos jovens sobre a importância das vacinas e a ciência de como funcionam. Os programas de vacinação também podem chegar às crianças, oferecendo vacinas na escola.
três mulheres e um homem conversando.
Os anúncios de rádio em todas as línguas funcionam bem para nós.
Sou o campeão de vacinação da minha câmara municipal. Fico com as pessoas entusiasmadas e envolvidas.
Os pais gostam dos textos de lembrete que a nossa unidade sanitária envia sobre as vacinas.
Ajudo o meu grupo da igreja a encontrar informação de confiança sobre vacinas.

Participação pública: Vacinação para a igualdade

As vacinas eliminam ou reduzem a transmissão de muitas doenças que anteriormente causavam morte ou graves problemas de saúde. Mas isto é verdade quando as vacinas são gratuitas ou baratas, e os sistemas de saúde que as fornecem funcionam. Os profissionais de saúde, professores e outros líderes comunitários precisam de se manifestar para garantir que as vacinas são sempre seguras, administradas sem custos e disponíveis a todos os que delas necessitam, jovens e idosos. As pessoas precisam de pressionar os seus governos a resolver problemas de água insegura, falta de saneamento, pobreza, discriminação, e falta de vacinação - tudo isto causa má saúde.




Esta página foi actualizada: 18 jan. 2022