Hesperian Health Guides

Tratamentos para o cancro

Os tratamentos para o cancro são usados tanto para tentar curar o cancro, como também para ajudar uma pessoa a viver mais tempo com cancro e ter uma melhor qualidade de vida.

O tratamento do cancro depende do tipo de cancro que a pessoa tem, quer seja apenas numa parte do corpo ou se espalhou para outras partes, e quão saudável a pessoa é. Os métodos de tratamento podem ser usados isoladamente ou em combinação, ou outro método de tratamento pode ser usado se o primeiro não for satisfatório. Existem 4 tipos principais de tratamento contra o cancro:

  1. Cirurgia — remove as células cancerígenas do corpo.
  2. Quimioterapia — usa medicamentos para matar as células cancerígenas.
  3. Radiação — usa feixes de alta energia para matar as células cancerígenas.
  4. Terapia hormonal — usa medicamentos para diminuir o efeito das hormonas que pioram o cancro.


Embora os tratamentos possam ter efeitos adversos desconfortáveis, eles geralmente são a única maneira de destruir o cancro, permitindo que a pessoa melhore.

Determinados métodos são mais caros do que outros, e alguns não estão disponíveis em todos os locais. Por isso, infelizmente, a desigualdade também determina o tratamento.

Assim como o cancro afecta as pessoas de maneira diferente, o mesmo acontece com os tratamentos para o cancro. Por exemplo, algumas pessoas têm efeitos adversos graves do tratamento, enquanto outras toleram melhor o tratamento. Ou o mesmo tratamento pode ser eficaz no combate do cancro de uma pessoa, mas pode não ser eficaz para outra. Os tratamentos afectam os sentimentos das pessoas e a sua saúde mental de forma diferente.

Remissão

Quando o tratamento do cancro é bem-sucedido, o cancro não é detectado no corpo. A palavra "remissão" é usada em vez de cura, porque ainda há uma possibilidade de o cancro retornar mais tarde. Uma pessoa pode estar em remissão parcial quando o tratamento interrompe o crescimento do cancro, mas o tumor ainda está lá.

Após o tratamento do cancro são necessários exames regulares cuja frequência dependerá do tipo de cancro.

um homem com um penso na face.

Cirurgia

Quando o cancro é detectado em apenas uma parte do corpo, pode ser possível removê-lo com sucesso através da cirurgia. Às vezes, pequenos cancros podem ser removidos num centro de saúde local. Outros tipos de cancro requerem internamento hospitalar para a cirurgia e o doente precisará de mais tempo para se recuperar.

Às vezes, a cirurgia é combinada com quimioterapia ou radiação para matar qualquer cancro remanescente que não foi removido pela cirurgia.

Quimioterapia

Alguns tipos de cancro podem ser tratados com medicamentos. Isso é designado de quimioterapia. Os medicamentos para a quimioterapia são muitas vezes caros, embora muitos se tornaram mais acessíveis nos últimos anos. Os programas nacionais de saúde devem disponibilizar esses medicamentos para que mais doentes pessoas possam ser tratados e sobreviverem ao cancro.

A quimioterapia pode ser usada para:

  • Impedir que o cancro se espalhe para outras partes do corpo;
  • Retardar o crescimento do cancro ou diminuí-lo;
  • Destruir o cancro.
uma mulher recebendo o medicamento por via endovenosa enquanto o homem com o bebé lhe faz companhia.

Às vezes, a quimioterapia é o único tratamento necessário, mas, muitas vezes, é usado em combinação com outro método de tratamento. Por exemplo, a quimioterapia pode ser usada para diminuir o tamanho do tumor e facilitar a remoção através da cirurgia, ou pode ser usada após a cirurgia ou radiação para destruir o cancro remanescente.

Os medicamentos da quimioterapia apresentam-se em diferentes formas. Eles podem ser comprimidos ou líquidos administrados por via oral. Na maioria das vezes, os medicamentos para quimioterapia são administrados na veia (IV). Também é comum usar mais do que um medicamento na quimioterapia.

O número de vezes que a quimioterapia é necessária e a duração, dependem do tipo de cancro e do medicamento. Depende também de como seu corpo reage ao tratamento, que pode variar de pessoa para pessoa. A quimioterapia pode ser administrada diária, semanal ou mensal, mas geralmente há intervalos entre os ciclos de tratamento para permitir que o doente repouse e se recupere.

A quimioterapia é boa para matar células cancerígenas, mas também afecta células saudáveis. As células saudáveis geralmente podem recuperar-se, mas a quimioterapia pode ser difícil para o organismo pois, geralmente, causa efeitos adversos desconfortáveis, como:

  • Náusea (ver Ajudando a reduzir a náusea).
  • Irritação no interior do nariz e da boca. Pode haver vermelhidão, feridas e, às vezes, queimaduras na boca e na garganta. O paladar do doente pode mudar, e a comida pode ter sabor metálico ou ser excessivamente amarga ou doce. Para reduzir as feridas na boca, enxague a boca várias vezes ao dia com uma mistura de: 1 chávena de água segura (pode ser fervida e arrefecida até morna), ¼ colher de chá de bicarbonato de sódio e ⅛ colher de chá de sal. Em seguida, lave com água limpa;
  • Cansaço. Descanse quando precisar. Uma caminhada de 15 minutos todos os dias pode dar lhe mais energia. Beber muita água e outros líquidos pode ajudar;
  • Queda do cabelo. A quimioterapia mata o cancro e outras células em crescimento rápido, incluindo as do cabelo. O cabelo voltará a crescer quando o tratamento terminar.

Os efeitos adversos podem piorar alguns dias após o tratamento, mas a maioria melhora com o tempo.
Cuide-se durante a quimioterapia:

  • Descanse quando precisar.
  • Coma alimentos nutritivos.
  • Evite o álcool, que pode afectar os medicamentos quimioterápicos e o seu fígado.

Radioterapia

Como a quimioterapia, a radioterapia mata as células cancerígenas e outras células que crescem rapidamente. A radioterapia pode ser usada para remover ou retardar o crescimento do cancro. A radioterapia pode ser usada, ela só, ou em combinação com a cirurgia ou quimioterapia.

As máquinas de radioterapia enviam um feixe de elevada energia para matar as células cancerígenas. A radioterapia pode ser um bom tratamento quando o cancro é detectado precocemente, antes de se espalhar para outras áreas do corpo (metastático). Isso porque, ao contrário da quimioterapia, a radioterapia é direccionada para uma área específica e não afecta todo o corpo. A radioterapia pode livrar o corpo do cancro temporária ou permanentemente.

uma mulher numa máquina de radioterapia.


A radioterapia não é dolorosa. O doente deitar-se-á sobre uma mesa de tratamento debaixo da máquina de radioterapia por 15 a 30 minutos. O número de tratamentos e a frequência com que o doente os recebe dependem do tipo de cancro e do tamanho do tumor.

Efeitos adversos comuns da radioterapia:

  • Cansaço. Descanse quando precisar. Uma caminhada de 15 minutos, todos os dias, pode dar-lhe mais energia. Beber muita água e outros líquidos pode ajudar.
  • Perda de apetite. Pode ser mais fácil fazer muitas refeições pequenas do que poucas, mas grandes. Se ao comer sentir dor, experimente sopas ou alimentos moles fáceis de comer.
  • Alterações na pele. A área da pele que foi tratada pode ficar rosa ou mais escura. Também pode começar a doer, ter sensação de queimadura, estar ressecada ou com prurido, apresentar leve inchaço ou desenvolver uma erupção cutânea ou bolhas.
  • Náusea (ver Ajudando a reduzir a náusea).


Os efeitos adversos desaparecem com o tempo.

Cuide-se durante a radioterapia.

  • Descanse quando precisar.
  • Coma alimentos saudáveis como fruta e vegetais frescos, alimentos ricos em proteínas e grãos integrais.
  • Cuide da pele na área tratada. Limpe suavemente a pele todos os dias. Evite qualquer coisa que possa irritar a pele, como roupas apertadas, pó ou perfumes.
  • Proteja a sua pele do sol usando um chapéu e roupas soltas que cubram todo o seu corpo.

Terapia hormonal

Woman holding her head and looking sick.

Os medicamentos que afectam as hormonas podem provocar uma redução no tamanho ou retardar o crescimento do cancro. A isso se chama terapia hormonal. Estes medicamentos apresentam-se geralmente em comprimidos, mas alguns são injectáveis. A terapia hormonal pode ser combinada com um ou mais dos outros tratamentos comuns de cancro: cirurgia, quimioterapia ou radioterapia.

Possíveis efeitos adversos da terapia hormonal:

  • Cansaço
  • Aumento de peso;
  • Problemas de memória;
  • Mudanças de humor ou depressão;
  • Sensação súbita de estar muito quente e transpiração;
  • Falta de desejo sexual.

Ajudando a reduzir a náusea

A náusea pode ser um efeito adverso da quimioterapia ou radioterapia. Além de fazer o doente sentir-se mal, e se a náusea o impedir de comer, ele não terá nutrição suficiente. A sua clínica pode ter medicamentos para diminuir a náusea. Algumas pessoas precisam de experimentar vários medicamentos antes de encontrar um que resulte. Experimente também outras formas de diminuir a náusea e sentir-se melhor nos dias e semanas de tratamento.

  • Coma bolachas, pão seco, tortilhas secas, chapatis secos ou outros grãos para acalmar o seu estômago. Evite qualquer alimento que o faça sentir pior, especialmente alimentos fritos ou condimentados.
  • Faça várias refeições pequenas em vez de 2 ou 3 maiores, e tome pequenos goles de líquidos com frequência. Beber mais água do que o habitual, durante o dia, ajudará.
  • Sente-se por algum tempo depois de comer, em vez de se deitar.
NWTND Can Page 8-1.png
  • Use acupressão para aliviar a náusea. Pressione no local 3 dedos acima do pulso entre os 2 tendões no interior do braço, movendo o dedo em pequenos círculos. Pressione com firmeza, mas não com força suficiente para magoar. Se a acupressão ajudar, ela começará a melhorar em alguns minutos.
Woman drinks hot liquid in cup.
  • Beba chá de hortelã (menta) ou de gengibre. Para fazer chá de hortelã, ponha uma colher de chá de folhas de hortelã num copo de água fervida. Deixe o chá em repouso por alguns minutos antes de beber. Para fazer chá de gengibre, ferva gengibre esmagada ou fatiada em água por pelo menos 15 minutos.
  • Onde a marijuana (suruma, maconha) é legal, algumas pessoas a usam para diminuir a náusea ou fazer com que tenham apetite.


Nos dias de tratamento, algumas pessoas fazem um pequeno lanche antes do tratamento. Outras acham que comer ou beber logo antes ou depois do tratamento faz com que se sintam doentes, então elas evitam isso. Durante o tratamento, se a náusea começar, tente mastigar um pedaço de gengibre fresco. Após o tratamento, espere pelo menos 1 hora antes de comer ou beber.

Outros tratamentos do cancro

Existem muitos outros métodos que as pessoas usam para tentar curar o cancro ou ajudar a aliviar os efeitos do mesmo. Estes incluem cura espiritual, hipnose, meditação, plantas medicinais, dietas especiais, exercícios, acupunctura e massagem. Muitas vezes, esses métodos ajudam as pessoas a fazer quimioterapia ou radioterapia porque ajudam o corpo a recuperar-se mais rapidamente e a reduzir os efeitos do cancro ou do tratamento do mesmo. Converse com um profissional de saúde sobre que métodos combinam bem. Esses métodos também podem diminuir a ansiedade ou depressão que é comum em pessoas com cancro, fazendo com que se sinta bem melhor. Eles podem ajudar a pessoa a sentir-se mais confortável se está morrendo de cancro, não está à procura de tratamento ou optou por não receber outro tratamento. Nenhum desses métodos comprovou curar o cancro quando usado de forma isolada.

Lamentavelmente, há pessoas, incluindo médicos, que aproveitam a esperança ou o desespero de doentes com cancro e afirmam existirem tratamentos especiais ou secretos para curar o cancro. Infelizmente, por causa dessas falsas promessas, as pessoas desperdiçam dinheiro ou adiam um tratamento que as ajude mais.


Esta página foi actualizada: 06 ago. 2020