Hesperian Health Guides

Muitos cancros podem ser prevenidos

Muitas coisas diferentes podem causar cancro, e geralmente não é possível saber se uma coisa em particular foi a causa do cancro de uma pessoa, excepto:

A maioria dos outros cancros parece vir de uma combinação de exposições a certas coisas prejudiciais.

Embora não possamos prevenir todos os cancros, podemos diminuir o nosso risco de ter cancro limitando as coisas que tornam os cancros mais comuns.

um casal fumando com uma criança pequena no colo da mulher.

Evite fumo e o tabagismo

  • O tabagismo é uma das principais causas de cancro em todo o mundo. Fumar provoca cancro do pulmão e também cancro do cólon, bexiga e pescoço. O tabagismo leva a ataques cardíacos, acidentes vasculares cerebrais, infecções pulmonares e úlceras, e quando as mulheres grávidas fumam ou respiram o fumo do cigarro dos outros, os seus bebés têm maior probabilidade de adoecerem ou serem perigosamente pequenos. Deixar de fumar torna o cancro menos provável para o fumador, não importa qual a sua idade quando pára de fumar, e protege a família e os amigos também. Ver Drogas, álcool e tabaco (em desenvolvimento) para saber mais sobre como parar de fumar.
  • Os fogões dentro de casa aumentam as probabilidades de cancro e doenças pulmonares. Construir um fogão sem fumo ou com pouca fumaça e retirar o fumo para fora reduz a possibilidade de cancro de toda a família.
  • A poluição de fábricas, carros e camiões causa cancro. Quando as pessoas e as leis exigem isso, elas podem produzir menos fumo e menos cancro.
  • Trabalhar num ambiente de fumo é perigoso. Se todos os colegas de trabalho puderem fazer com que o seu chefe melhore a ventilação, ou pelo menos forneça máscaras que filtrem (respiradores), a sua saúde será melhor.
um homem ingerindo uma bebida alcoólica de uma garrafa.

Beba menos bebidas alcoólicas

Beber mais do que um copo ou dois de bebidas alcoólicas por dia faz com que vários tipos de cancro sejam mais prováveis. O cancro da mama, fígado, estômago e intestino e o cancro da boca e garganta podem estar relacionados ao consumo de bebidas alcoólicas. Beber menos também pode garantir mais dinheiro para os alimentos e outras necessidades da família. Veja Drogas, álcool e tabaco (em desenvolvimento) para saber mais sobre como parar de beber.

Prevenir e tratar infecções

  • O H. pylori, a bactéria que causa úlceras do estômago, pode levar ao cancro do estômago se não for tratada. Se tiver uma úlcera no estômago que volta a aparecer, ela pode ser tratada com medicamentos, conforme descrito em Dor abdominal, diarreia e parasitas.
  • A Hepatite B e C podem levar ao cancro do fígado. Existe uma vacina contra a hepatite B, e tanto a hepatite B como a C podem ser prevenidas usando preservativos durante o sexo e não reutilizando agulhas para injecções. Ver mais informações sobre hepatite.
  • O HPV (papiloma vírus humano, uma infecção transmitida sexualmente, causa cancro do colo do útero e vários outros tipos de cancro em homens e mulheres. Existe uma vacina para proteger contra o HPV.
  • O HIV faz com que certos tipos de cancro sejam mais comuns, especialmente o sarcoma de Kaposi, o linfoma não-Hodgkin e o cancro do colo do útero. Evite o HIV usando preservativos durante o sexo e não reutilize agulhas.

Alimentar-se bem para a boa saúde

Os hábitos alimentares podem contribuir para ou proteger contra o cancro. Comer cereais integrais, vegetais e fruta fresca, todos os dias, ajuda a protegê-lo contra muitos tipos de cancro e outras doenças. Ver como comer bem mesmo quando tem pouco dinheiro. Armazenar grãos e feijões num espaço ventilado impede a contaminação por um fungo que é uma das causas do cancro do fígado.

Acesso aos cuidados de saúde

Quando as pessoas têm acesso a cuidados de saúde de boa qualidade, elas têm melhor saúde e o cancro é melhor prevenido. O acesso aos cuidados de saúde também ajuda a diagnosticar precocemente os cancros, o que torna o tratamento mais bem-sucedido.

Evite a exposição a produtos químicos

Milhares de produtos químicos são produzidos e usados na indústria e na agricultura, e depois libertados no ar que respiramos, na água que bebemos e nos alimentos que comemos. Alguns destes produtos químicos são prejudiciais à nossa saúde, incluindo alguns que causam ou contribuem para o cancro. Infelizmente, não exsistem leis que digam que um produto químico deve provar ser seguro antes de poder ser usado, por isso muitas vezes descobrimos tarde demais sobre os perigos dos produtos químicos. O aumento do uso de produtos químicos em todo o mundo é uma das razões pelas quais as taxas de cancro estão aumentando. As formas importantes de protecção contra produtos químicos e cancro incluem:

  • Assumir que um produto químico é perigoso até que seja provado que é seguro.
  • Evitar o uso de pesticidas e produtos químicos ou a reutilização de quaisquer recipientes em que os produtos químicos possam ter sido armazenados.
  • Não queime plásticos ou outro lixo (isso liberta vapores tóxicos no ar que respiramos).
  • Se não conseguir convencer o seu chefe a mudar para produtos químicos mais seguros no seu local de trabalho, tente não respirar ou tocá-los. Use luvas, máscaras e roupas de protecção, e lave as mãos com frequência para que os produtos químicos não entrem na sua comida ou boca.
  • Insista em que os governos se certifiquem de que as centrais eléctricas e fábricas controlam os seus resíduos com segurança e não causam poluição. Para mais informações sobre como organizar a sua comunidade contra a exposição a produtos químicos, ver o A Community Guide to Environmental Health (Guia Comunitário de Saúde Ambiental), também disponível na Hesperian.
uma ilustração do caminho da poluição entrando no corpo de uma mulher a amamentar. A poluição industrial encontra o seu caminho para o nosso corpo. Parar a poluição reduzirá o cancro

Quando valorizarmos mais a vida humana do que os lucros, o cancro será reduzido.




Esta página foi actualizada: 24 jan. 2020