Hesperian Health Guides

Água contaminada

Neste capítulo:

A exploração mineira usa grandes quantidades de água e cria grandes quantidades de resíduos, contaminando os pontos de água e as pessoas que dependem deles. Embora todas as operações mineiras tendam a poluir a água, habitualmente as grandes empresas causam os maiores problemas. A água superficial e a água subterrânea das áreas das minas podem permanecer contaminadas durante muitos anos. A perda de água pode deixar a terra árida e inutilizável para a agricultura ou para criar animais. Os danos, a longo prazo, da contaminação da água vão durar muito mais tempo do que o ganho económico, a curto prazo, proveniente da exploração mineira.

3 women speak as they collect water from a dirty river.
Desde que a empresa mineira veio, a quantidade de água no nosso rio diminuiu para quase nada.
Agora a água tem um sabor horrível.
Eu não quero tocar nessa água, mas de que outra forma posso lavar-me?

Prevenir e reduzir a poluição da água

Os tanques de resíduos com fugas são uma das principais causas de poluição da água causada pela exploração mineira. Para prevenir a poluição, os tanques de resíduos devem ser:

  • Construídos longe dos pontos de água ou das áreas de drenagem das bacias hidrográficas.
  • Revestidos, para prevenir fugas para a água subterrânea.
  • Construídos de acordo com os melhores padrões internacionais.
  • Monitorizados para prevenir fugas e derrames.
  • Esvaziados de resíduos e fechados com segurança quando as operações mineiras terminam.

Limpar a água depois de ela ter sido poluída pela actividade mineira é difícil, caro e nem sempre bem-sucedido.

Acção comunitária salva um rio

No norte das Filipinas, o rio Abra corre do cimo das montanhas para as áreas agrícolas nas terras baixas e para o Mar da China. Durante muitas gerações, as comunidades ao longo do rio Abra ganharam a vida com a agricultura, a pesca, o artesanato e a pequena exploração mineira de ouro e cobre. Nos últimos anos, grandes empresas começaram a explorar o ouro da área, causando grandes danos ao rio, aos animais selvagens e às pessoas que vivem aqui.

2 men with a fishing net in a small boat.

As empresas mineiras deitaram abaixo florestas para abrirem as minas, levando o rio e os riachos que o alimentam a encher-se de sedimentos e a secar. Muitos tipos de pássaros, animais e plantas desapareceram. O rio foi envenenado pelos produtos químicos deitados fora nos tanques de resíduos e pela drenagem ácida das minas. As pessoas que vivem ao longo do rio Abra sofrem de dores de cabeça, tonturas, tosse, dores no peito, irritação no nariz e nos olhos, erupções da pele e diarreia, além de terem problemas de longo prazo, como a fome, por causa da perda de culturas ano após ano.

Em resposta a estes problemas, a população local formou um grupo chamado Movimento para Salvar o Rio Abra. O movimento protege os direitos da terra e da água de muitas formas. Este movimento educa as comunidades e os representantes do governo sobre os perigos da exploração mineira. Organiza petições e encontros para dar a conhecer as exigências locais. Faz monitoria da qualidade da água através de uma parceria entre as universidades locais, que contribuem com equipamento e cientistas, e as organizações locais da população que actuam como testemunhas, guias e colectores de água.

Apenas com telefones móveis e máquinas fotográficas, as equipas comunitárias de monitoria da água avisam-se umas às outras quando acontecem situações estranhas. Por exemplo, quando uma grande quantidade de peixe começou a morrer a jusante do rio, os líderes comunitários, a montante do rio, investigaram e descobriram que um cheiro químico estranho estava a vir da drenagem da mina. Os cientistas da universidade foram alertados e, rapidamente, enviaram recipientes para água, para poderem recolher amostras de água do rio para análise de substâncias tóxicas.

A exploração mineira perigosa continua ao longo do Rio Abra. Mas o Movimento para Salvar o Rio Abra está a forçar a empresas mineiras a abandonarem as práticas mais perigosas e as comunidades estão a defender os seus direitos para terem um ambiente seguro e saudável.

Drenagem ácida das minas

A drenagem ácida das minas acontece quando a água e o ar se misturam com enxofre na profundidade do solo (sulfito) para criar ácidos que se dissolvem com os metais pesados e outros resíduos tóxicos das minas. Esta mistura tóxica corrói as rochas e entra no solo, na água subterrânea, nos rios e nos lagos. No princípio, pode haver poucos sinais de perigo, mas lentamente os venenos na água tornam as pessoas doentes, assim como as plantas, os peixes e os animais. A drenagem ácida das minas destrói a vida, a jusante de uma mina, durante centenas e mesmo milhares de anos.

Qualquer mina pode criar drenagem ácida. Como é quase impossível pará-la depois de surgir, as empresas devem provar, antes de abrirem a mina, que não há sulfito no solo e, portanto, não haverá drenagem ácida das minas. A prevenção, a limpeza ou a contenção da drenagem ácida das minas é tão cara e difícil que mesmo nos países com forte legislação ambiental, milhares de quilómetros de rios são contaminados. Uma campanha contra a drenagem ácida das minas pode evitar este fenómeno, em primeiro lugar, que a mina abra.

An illustration describing the below.
Fosso de
uma mina
Quando o solo é removido,
a água da chuva, o ar e uma
mistura de sulfito criam a
drenagem ácida das minas (ácido
sulfúrico e metais pesados).
Sulfito
A drenagem ácida das minas envenena a água a jusante e é quase impossível limpá-la.



Tomar medidas contra a drenagem ácida das minas

  • Identificar minas abandonadas e fazer com que sejam testadas por cientistas de confiança. Não deixar que a empresa mineira faça os testes e diga simplesmente os quais foram os resultados. Eles mentem frequentemente.
  • Exigir que a empresa mineira disponibilize um relatório do Estudo de Impacto Ambiental que inclua a drenagem ácida das minas.
  • Aprender como é que as minas podem ser monitorizadas e envolver a comunidade para garantir que elas são seguras.
  • Insistir que a única forma segura de lidar com a drenagem ácida das minas é preveni-la em primeiro lugar.



Esta página foi actualizada: 26 mai. 2024