Hesperian Health Guides

Uma caminhada comunitária pelo lixo

Uma caminhada comunitária pelo lixo cria uma oportunidade para as pessoas verem e discutirem os problemas do lixo. As pessoas podem dar voz às suas preocupações e esperanças de conseguir uma comunidade mais limpa e mais saudável. Durante e depois da caminhada, o grupo pode discutir que passos são necessários para limpar a comunidade e para planear a recuperação de recursos.


Organizar uma caminhada pelo lixo

  1. Convidar as pessoas a participarem numa caminhada pelo lixo

    Para tornar a caminhada pelo lixo mais eficaz, envolver não apenas as pessoas do bairro, mas também as pessoas que trabalham com lixos e as que têm poder para mudar a forma como os resíduos são recolhidos, transportados e geridos. Incluir:

    • Trabalhadores de pequenas indústrias.
    • Negociantes de lixos em segunda-mão e transportadores de lixos.
    • Compradores que recolhem ou compram lixos directamente nas casas ou lojas.
    • Apanhadores de lixos que recuperam materiais das ruas ou das lixeiras.
    • Líderes comunitários
    • Representantes do governo que possam apoiar uma limpeza da comunidade.

  2. Realizar uma reunião antes da caminhada pelo lixo

    É útil realizar uma reunião para conversar sobre as razões da caminhada pelo lixo, o que se pretende e o que cada pessoa espera alcançar aderindo à caminhada. É útil compreender o que motiva cada um. Algumas pessoas podem ganhar a vida apanhando recursos que os outros deitam fora. Outros podem querer melhorar a saúde e a beleza da sua comunidade.

  3. People talk as they gather outside a small store.
    Há trinta anos atrás, nós produzíamos toda a nossa comida. Agora compramos a maior parte na loja.
    Vem tudo embrulhado em plástico que deitamos fora na rua.
    Agora há lixo por todo o lado.
  4. Planear a sua caminhada

    Decida por onde caminhar e preparem juntos uma lista das coisas que devem observar, por ejemplo:

    • Lixo que entope valas de escoamento, outros cursos de água e ruas.
    • Fezes humanas e resíduos animais ao longo das ruas e dos cursos de água.
    • Resíduos tóxicos.
    • Animais a comer nos montes de lixo.

    Pedir aos membros mais velhos da comunidade que descrevam como é que era há 20 ou 30 anos atrás. Havia mais ou menos lixo ou diferentes tipos de lixo? O que é que as pessoas faziam com o seu lixo nessa altura? Pensar nisto durante a caminhada.

  5. Andar!

    Dividir-se em equipas para caminhar em diferentes partes da comunidade. Como os diferentes grupos vão reparar em diferentes problemas, você pode querer formar quatro equipas só de homens ou só de mulheres ou ter um grupo de jovens a caminhar em separado em relação aos adultos. Ou pode ter todas as equipas mistas.

    Reparar nos lugares onde o lixo se acumula e nas maneiras mais comuns de o lixo ser eliminado. Existem caixotes do lixo públicos? As pessoas queimam o lixo ou deitam-no a céu aberto? As pessoas trazem o lixo para um aterro ou incinerador? Há algumas coisas recolhidas e reutilizadas ou recicladas, como por exemplo garrafas de vidro ou jornais? O que acontece com o lixo das empresas ou negócios?

    Pôr alguém em cada equipa a fazer uma lista ou um desenho dos problemas que encontram na caminhada, incluindo os tipos de resíduos que vêem.

  6. Health workers talk with 2 women on their doorstep, beside their buckets of trash.


  7. Olhar para os resíduos nas casas das pessoas. Que quantidade e que tipos de lixo estão ali?

    Como parte da caminhada, ir a algumas casas de voluntários para ver que tipos de resíduos e recursos ali existem. Pegar num balde do lixo completo e deitar o seu conteúdo no chão. Separar o lixo em 5 montes:

    • Restos de comida e outro lixo molhado;
    • Plásticos;
    • Papel;
    • Metal;
    • Outros resíduos.

    Qual o monte maior e qual o mais pequeno? O que é feito a cada um destes tipos de lixos e o que é que podia ser feito em vez de os deitar todos no mesmo balde? Pegar nalguns dos resíduos de várias casas para a discussão em grupo que se segue.

    Lembrar-se de pôr o resto do lixo de volta nos baldes do lixo!


  8. Juntar-se para discutir o que as pessoas viram

    Mais tarde no mesmo dia (ou no dia seguinte), juntar todas as equipas de novo para discutir o que foi aprendido.

    Pedir a alguém que partilhe o que viu durante a caminhada. Levar cada pessoa a mostrar um pedaço do lixo de uma casa e a dizer se reparou no mesmo tipo de resíduo noutra parte da comunidade a criar um problema ou a ser reutilizado ou reciclado. As pessoas viram quaisquer possíveis ou actuais problemas de saúde devido à má eliminação dos resíduos? Quais foram as melhores ideias que algumas famílias estão a pôr em prática para deitar fora os lixos?


  9. Fazer uma lista das causas e efeitos dos problemas

    Women talk as they look at a chalkboard labelled "Trash Walk. Causes: no composting. Burning trash. Lots of bottles and cans. Problems: bad smells and smoke. Trash piles. Health effects: coughing. Children sicker with asthma. Polluted water.
    Desde que o novo supermercado abriu, tudo o que eles vendem vem dentro de plástico. Isto deve entrar na lista na coluna das ‘causas’.

    Um(a) facilitador(a) pode escrever os problemas levantados pelas pessoas num quadro preto ou num papel gigante. Pedir a todos que pensem nas causas dos problemas dos lixos na comunidade e escrevê-los numa coluna ao pé da lista de problemas. Depois, perguntar como é que cada problema afecta a saúde da comunidade. Escrever ou desenhar um efeito diferente na saúde relacionado com cada problema da outra coluna.


  10. Planear os passos seguintes

    Pedir ao grupo para rever os problemas e pensar em possíveis acções que eles podem realizar para resolver os problemas. Os passos seguintes podem começar com formas de reduzir os efeitos de saúde de um problema, ou tentar eliminar completamente um problema. Colocar perguntas, como por exemplo:

    • Como é que cada casa pode reduzir a quantidade de lixo que produz?
    • Como é que nós podemos promover mais compostagem e separação de lixos?
    • Pode ser formado um grupo ou negócio comunitário para recolher e reutilizar os lixos?
    • Existe algum terreno onde construir um local de compostagem ou um centro de recuperação de recursos?
    • Onde é que é a fábrica de reciclagem mais próxima?
    • Como é que o governo local, os líderes comunitários, as fábricas e os negociantes podem assumir cada um a responsabilidade de resolver os problemas causados pelos resíduos?

Uma comunidade troca o lixo por dinheiro

As favelas de Curitiba, no Brasil, tinham muitas fossas de lixo a céu aberto. Elas eram campos férteis para roedores que transportam doenças. Para lidar com este problema, o concelho municipal de Curitiba lançou um programa chamado “Não deite fora o seu lixo – nós compramo-lo”. O concelho municipal descobriu quanto é que custaria limpar as lixeiras a céu aberto. Depois, em vez de contratar uma empresa externa para fazer o trabalho, descobriu qual o custo de cada saco com lixo e ofereceu esta quantia aos residentes.

People bring their trash to a municipal collection truck.

Além de ganhar dinheiro com o lixo que apanhava, cada pessoa recebia um bilhete de transportes públicos de graça por cada saco que entregasse a um camião municipal de recolha. Como estes bairros ficavam localizados longe do centro da cidade, estes bilhetes eram muito valiosos. A cidade também retribuía com dinheiro por cada saco recolhido para desenvolver hortas comunitárias e outros projectos. Áreas que antigamente estavam cheias de lixo foram transformadas em hortas urbanas ou parques com árvores. A saúde comunitária melhorou.

Imigrantes recentes, pessoas com deficiências ou outros que precisavam de trabalho recebiam empregos seguros a seleccionar lixo num centro de recuperação de recursos. Os restos de comida e os resíduos das hortas eram transformados em composto para uso nos parques da cidade e nos campos agrícolas e hortas locais. O plástico e o metal eram vendidos às indústrias locais. A espuma de plástico era triturada e usada para encher mantas.

Alguns anos depois de o programa ter começado, a cidade tornou o projecto ainda melhor. Começaram a comprar comida directamente aos camponeses perto da cidade a um preço justo e ofereceram às pessoas um saco de alimentos frescos em troca de um saco de lixo. Isto ajudou os camponeses a venderem os seus produtos, melhorou a nutrição das famílias das favelas e limpou a cidade.



Esta página foi actualizada: 27 jun. 2022