Hesperian Health Guides

Hemorragia (sangramento)

Pressão directa

A pressão firme, directa fará parar quase todos sangramentos, mesmo em feridas grandes, muito sangrantes. Mesmo que a pessoa esteja sangrando da cabeça, aplique pressão.
  1. Levante a parte lesada para que fique acima do nível do coração da pessoa.
  2. Pegue o pedaço mais limpo de pano que encontrar nas proximidades, dobre-o para que fique do tamanho da ferida, e pressione directa e firmemente sobre a ferida. Mostre à pessoa lesada como fazer pressão sobre si mesma, se ela for capaz. Se a ferida for grande, coloque o pano ou compressa dentro da ferida. Continue a pressionar até que o sangramento pare. Não remova o pano se este ficar encharcado de sangue. Em vez disso, ponha outro pano por cima. Para uma ferida grande, não retire a mão até terem passado pelo menos 15 minutos, nem mesmo para verificar se parou de sangrar.


NWTND fa Page 8-1.png


Quando o sangramento diminuir ou parar, você pode envolver firmemente a parte sangrante com um penso. Coloque uma compressa ou pano dobrado dentro ou em cima da ferida e em seguida, enrole firmemente uma ligadura à volta. Certifique-se que o penso esteja suficientemente firme para fazer pressão sobre a ferida, mas não tão apertado que possa impedir o fluxo de sangue para o resto do braço ou perna.

A aplicação de pressão para parar o sangramento é um trabalho árduo. Não desista!


Nunca use lixo, querosene, cal, ou borra de café para parar o sangramento.

O sangue pode fazer uma grande sujeira e parecer que a pessoa perdeu mais sangue do que realmente perdeu. Mas observe a pessoa frequentemente para detectar os seguintes sinais de perda de muito sangue:

Sinais de perigo
  • Confusão ou perda de consciência
  • Frequência cardíaca muito elevada
  • Pele pálida, fria, húmida


Se você detectar esses sinais, levante os dois pés da pessoa sobre algo, de modo a que eles fiquem acima do coração, e procure ajuda para o choque.

Mesmo que não note estes sinais, fique junto da pessoa ou observe-a a cada 10 a 15 minutos para se certificar de que está bem e para a tranquilizar. Continue a observá-la até confirmar que não está confusa e se sinta normal.

Torniquetes (garrotes)

Use um torniquete apenas como último recurso, quando você está disposto a arriscar a perda de um braço ou perna, a fim de salvar a vida de uma pessoa.

Use torniquetes apenas quando:

  • Um membro está amputado ou está tão mutilado que claramente não pode ser salvo.
  • Sangramento intenso de um braço ou perna que não diminui com pressão directa. (Você tentou pressionar com mais força, primeiro?)
  • Existe uma ferida grande, profunda na coxa, como quando uma bala, estilhaço, ou qualquer outra coisa penetrou profundamente no músculo, e a pessoa mostra sinais de perda de sangue, tais como fraqueza, confusão, ou pele pálida. (Pode ser impossível utilizar pressão suficiente sobre uma coxa grande para parar um sangramento intenso.)


Use um cinto largo, um pedaço de pano dobrado numa faixa espessa, ou a braçadeira de um aparelho de pressão arterial (esfigmomanómetro) completamente insuflada, para amarrar a parte sangrante. Não use corda fina, fio, ou arame, porque cortam a pele.

Dirija-se a um hospital o mais rápido que puder. Tem 2 ou 3 horas antes de correr o risco de o membro se perder.

Passo 1:
Coloque o torniquete acima, mas perto da ferida, entre a ferida e o corpo. (Um erro comum é colocar o torniquete muito longe da ferida).

Passo 2:
Enrole o torniquete firmemente em torno do membro duas vezes. Em seguida, dê um nó.

Passo 3:
Coloque uma pedaço de pau, curto e forte em cima do nó. Faça mais dois nós em cima do pau.

Passo 4:
Torça o pau para apertar o torniquete até que o sangramento pare.

Passo 5:
Fixe o pau no lugar com outro pano.
NWTND fa Page 10-1.png


Esta página foi actualizada: 22 out. 2019