Hesperian Health Guides

O fardo químico do nosso corpo

Neste capítulo:

Alguns produtos químicos deixam o corpo rapidamente depois de a pessoa ter ficado exposta a eles. Outros podem permanecer na gordura do corpo, no sangue ou nos ossos durante muito tempo. Por exemplo, o arsénio fica habitualmente no corpo durante apenas 3 dias depois de a pessoa ter sido exposta uma vez. Outros produtos químicos, como por exemplo o pesticida DDT, podem ficar no corpo durante 50 anos ou mais. O fardo químico do corpo é a quantidade de produtos químicos tóxicos que estão presentes no corpo humano num dado momento.

O simples facto de termos estes químicos nos nossos corpos não significa que todos vamos ficar doentes. Algumas pessoas podem ficar doentes mesmo que tenham poucos produtos químicos nos seus corpos. Outras que têm mais químicos podem não ficar doentes

Muitas vezes, as crianças têm um fardo químico do corpo maior do que os adultos. Embora elas possam ter um período de exposição mais curto por causa da sua idade, os seus corpos não desenvolveram ainda formas de se protegerem dos produtos tóxicos ou de removerem os produtos tóxicos dos seus corpos.

Misturas tóxicas

Há tantos produtos químicos no nosso meio ambiente que muitas vezes não conseguimos saber a quais estamos expostos ou como é que a sua combinação pode afectar-nos. Esta mistura química torna particularmente difícil perceber se os problemas de saúde de uma pessoa estão relacionados com esta exposição química. Contudo, na maior parte dos casos, as misturas químicas são mais perigosas do que cada um dos produtos químicos, isoladamente.

Os cientistas estudam cada produto químico isoladamente para ver como é que ele pode prejudicar a saúde de uma pessoa. Mas muitos produtos químicos, como por exemplo os produtos de limpeza, os corantes, os plásticos, as tintas e as colas, são uma mistura de vários químicos. Por exemplo, a tinta contém solventes, pigmentos e outros materiais. Os solventes causam um conjunto de problemas de saúde e os pigmentos causam outro. Misturados, eles podem causar um terceiro conjunto de problemas de saúde, incluindo aqueles que cada um dos químicos, isoladamente, poderá não causar. A maior parte dos resíduos da indústria, como o fumo de uma chaminé de fábrica ou os resíduos químicos atirados para os cursos de água, também é uma mistura de muitos químicos.

A soldier speaks as he commands a firing squad of 4 men labelled "Waste Dumping," "Burning Plastic," "Pesticides," and "Truck Fumes" who aim at a man smoking and thinking as he is about to be shot.
Assim, ninguém pode dizer qual a bala que o matou…
… mas, provavelmente, eles vão dizer que o culpado foi o meu último cigarro.

Como é que os produtos tóxicos se deslocam através do meio ambiente

A woman speaks.

Os produtos químicos tóxicos transformam a teia da vida numa teia da morte.

Muitos produtos químicos tóxicos viajam para longe das suas fontes através do ar, da água e da comida, e em produtos que nós usamos todos os dias, como os plásticos, os produtos de limpeza e os pesticidas. Alguns destes produtos químicos permanecem no meio ambiente durante muito tempo. Cada pessoa no mundo transporta produtos químicos tóxicos no seu corpo.

Os produtos químicos tóxicos acumulam-se na gordura das pessoas e dos animais e nalgumas plantas. Quando as pessoas ou os animais grandes (como os ursos, as corujas, os falcões ou os peixes grandes) comem animais mais pequenos, peixes ou plantas, os químicos tóxicos existentes neles são passados através da cadeia alimentar ou rede alimentar e acumulam-se nos corpos daqueles que os comeram.

Arrows lead from a factory with a smoking chimney, to a river, plants and animals, to a tap, to a woman breastfeeding a baby.

Os produtos químicos tóxicos viajam de muitas maneiras para dentro dos nossos corpos.
Ligações perigosas: químicos tóxicos passam dos animais para as bcnbxncb pessoas

A hawk catches a mouse.
Nesta actividade, as pessoas desempenham os papéis de diferentes tipos de animais para mostrar como é que alguns produtos tóxicos são passados de um para o outro. São necessárias pelo menos 7 pessoas para este jogo, mas quanto mais pessoas melhor!

Tempo: ½ hora a 1 hora

Materiais: 20 ou 30 colares feitos com contas ou missangas coloridas. Cerca de metade são de uma cor, por exemplo o amarelo, e a outra metade tem contas ou missangas de duas cores, como por exemplo o amarelo e o vermelho.

  1. Cada pessoa deve assumir o papel de um animal. Nós usamos falcões, ratos e gafanhotos, mas você pode usar animais mais conhecidos. Escolher um pequeno número de falcões (1 ou 2), mais ratos (4 a 10) e muitos gafanhotos. Usar braçadeiras, sinais ou outras marcas para identifi car os diferentes tipos de animais. O(A) facilitador(a) põe os colares de cores à vista, na área onde o jogo vai ser jogado.
  2. O(A) facilitador(a) anuncia que os colares de cores são comida para os gafanhotos. O que não diz é que as contas ou missangas vermelhas são produtos químicos tóxicos que se acumularam na comida. Os gafanhotos apanham a sua comida pondo os colares à volta dos seus pescoços. Cada gafanhoto apanha tanta comida quanto possível, lembrando-se de quantos colares apanhou no total.
  3. A seguir, libertar os ratos para a área, para apanharem os gafanhotos. Quando um rato apanha um gafanhoto, ele ou ela põe ao pescoço todos os colares que esse gafanhoto estava a usar e o gafanhoto abandona o jogo. Cada rato deve ter tempo para apanhar um ou mais gafanhotos e pôr ao pescoço os colares que apanha.
  4. Libertar os falcões para caçarem os ratos, enquanto os ratos estão a caçar os gafanhotos. Qualquer rato apanhado por um falcão entrega-lhe todos os seus colares e depois senta-se fora do jogo.
  5. Assim que os falcões tiverem apanhado todos os colares, todos os jogadores se reúnem num círculo. Perguntar a cada gafanhoto e rato quantos colares eles apanharam antes de serem comidos e se algum destes colares tinha contas ou missangas vermelhas. Depois, pedir aos falcões para mostrarem os colares que apanharam.
  6. Começar uma discussão, dizendo ao grupo que as contas ou missangas vermelhas são produtos químicos tóxicos na comida. Explicar que o falcão com mais contas ou missangas vermelhas morre, porque a maior parte dos tóxicos se acumulou no seu corpo. Outros falcões podem sobreviver, mas vão pôr ovos com cascas fi nas ou vão chocar falcões doentes. Pedir ao grupo para discutir a forma como os produtos químicos tóxicos entram na sua água ou comida. Que alimentos é que as pessoas comem que possam ter produtos químicos tóxicos neles? Como é que podemos impedir que os produtos químicos tóxicos se acumulem nos nossos corpos? Como é que os mantemos fora do nosso meio ambiente?


Esta página foi actualizada: 23 fev. 2024