Hesperian Health Guides

Acção comunitária para a diabetes

Embora as pessoas tenham diabetes e possam fazer alterações para melhorar a sua saúde, as mudanças que podem impedir que mais e mais pessoas sofram de diabetes só podem ser feitas a nível da comunidade. Por exemplo, uma pessoa pode escolher que tipos de alimentos comer, mas as suas escolhas são limitadas pelos tipos de alimentos disponíveis e acessíveis na sua comunidade. Uma pessoa pode querer exercitar-se mais, mas não pode escolher se sua vizinhança é segura o suficiente para fazê-lo. É melhor reunir famílias e comunidades para mudar as condições que causam ou pioram a diabetes.

Proteger bebés e crianças

Para prevenir a diabetes, alimente bem as mães e as crianças. Dê comida nutritiva suficiente para meninos e meninas. Crianças desnutridas no útero ou na infância têm maior probabilidade de ter diabetes mais tarde. Evite dar às crianças açúcar, doces ou outras comidas não saudáveis.

Melhore o acesso a alimentos saudáveis

duas mulheres cozinhando.
uma mulher fazendo horta.

Para aumentar a variedade, quantidade e acesso aos alimentos saudáveis na sua comunidade:

  • Crie aulas de culinária para ensinar sobre alimentação saudável. Quando as pessoas vêem que os alimentos saudáveis são saborosos e aprendem como prepará-los, eles vão querer comê-los.
  • Passe as tradições alimentares saudáveis da sua cultura. Quando os alimentos tradicionais favoritos não são saudáveis, é melhor limitar o quanto comemos deles. Escolha os mais saudáveis e peça aos anciãos da sua comunidade para compartilharem as suas receitas.
  • Use escolas para envolver as crianças a plantar, cozinhar e comer alimentos saudáveis. Lanches oferecidos nas escolas podem ser feitos de grãos, frutas e vegetais locais. Pare a venda de comida não saudável e bebidas açucaradas para crianças dentro e nas proximidades das escolas.
  • Estabeleça cozinhas comunitárias onde pessoas, sem um lugar para cozinhar, possam preparar comida. As refeições de grupo, saudáveis e de baixo custo, são outra solução.
  • Construa uma horta comunitária onde as pessoas possam cultivar a sua própria comida. Mesmo cultivar um pouco de comida pode fazer diferença na maneira de comer. Algumas pessoas, nas cidades, plantam comida em telhados, varandas ou em terrenos baldios.
  • Organizar mercados de agricultores ou cooperativas de alimentos para garantir que as pessoas tenham acesso a alimentos saudáveis e que os agricultores tenham um lugar para vender as suas colheitas. Para mais informações sobre projectos comunitários de alimentos, consulte Guia Comunitário de Saúde Ambiental.

Crie lugares para exercícios e jogos

Nas áreas urbanas, as pessoas podem não ter locais seguros onde possam estar activas. As comunidades uniram-se para construir campos de futebol, quadras de basquete e áreas para brincar. Essas áreas geralmente tornam-se locais de reunião da comunidade.

um grupo de pessoas conversando.

Liderar a educação da comunidade

Ensine o que é a diabetes, de onde vem, os problemas graves que pode causar e por que devem levar a sério mesmo que os sinais não sejam graves no início. Incentive as pessoas a contar as suas histórias sobre a diabetes, compartilhar os seus conhecimentos e fazer perguntas. Elas podem planear comer alimentos mais saudáveis ou fazer exercícios juntos.

Outros tópicos para discussão e acção podem incluir a poluição da água e do ar, o racismo e as condições económicas ou políticas que criam stress na comunidade.

Organize o teste em grupo

Os dias de teste de diabetes são uma boa maneira para as pessoas descobrirem se têm a doença, mesmo que não tenham sinais. Teste pessoas que tenham sinais de alerta ou que tenham mais de 40 anos e tenham familiares com diabetes.

Para testar grandes grupos de pessoas, os testes de urina podem ser mais fáceis. Os exames de sangue também são úteis, mas devem ser feitos quando a pessoa ainda não comeu naquele dia, de preferência de manhã antes do pequeno-almoço. Para fazer um exame de urina, uma pessoa não precisa de estar em jejum, mas o examinador deve anotar o tempo do teste e quando a pessoa comeu pela última vez, porque o açúcar sobe depois de comer. Ver mais sobre testes.

Grupos de apoio

Um grupo de apoio é um grupo de pessoas que se reúnem regularmente (uma vez por semana ou duas) para se ajudarem mutuamente. Um grupo de apoio pode começar num bairro, escola, igreja ou local de trabalho – onde quer que um grupo de pessoas queira iniciar um. Às vezes, um agente comunitário de saúde, trabalhador do centro de saúde ou professor começará e participará do grupo. Outros grupos pedem que essas pessoas se encontrem com eles apenas algumas vezes.

As pessoas com diabetes reúnem-se para compartilhar maneiras pelas quais aprenderam a cuidar de si mesmas, discutir coisas que são difíceis e ganhar o sentido de comunidade. As pessoas que acabaram de descobrir que têm diabetes podem beneficiar-se de encontros com outras que vivem com a diabetes por um tempo. Os grupos de apoio podem discutir os desafios de cozinhar e comer juntos como uma família, agora que uma pessoa precisa de mudar o que ela come para se manter saudável. E o grupo pode assumir projectos para tornar a comunidade mais saudável para todos. Um grupo de apoio pode continuar e crescer por muitos anos se os participantes acharem útil.

três mulheres colocando uma placa que diz "Discussão hoje: Como a nossa diabetes nos afecta".

Outros esforços da comunidade

um grupo de pessoas segurando cartazes que dizem "Mantenha a nossa água limpa!" e "Queremos a nossa água limpa, não a água engarrafada".
  • Instar os serviços de saúde a oferecer testes gratuitos para pessoas que possam ter diabetes, e certificar-se de que os medicamentos e o material de teste para diabetes estejam disponíveis e sejam acessíveis.
  • Lute por água potável para gastar menos com água vendida em garrafas ou bebidas que não sejam saudáveis.
  • Pare a poluição química na origem.
  • Reduza o uso de pesticidas.



Esta página foi actualizada: 24 jan. 2021