Hesperian Health Guides

Prevenir e tratar complicações da diabetes

Cuide dos seus pés

Um bom cuidado com os pés é uma das preocupações mais importantes para as pessoas com diabetes. Os danos nos nervos causados pela diabetes podem levar à perda de sensibilidade nos pés, tornando difícil sentir as lesões. A diabetes também dificulta a cicatrização das feridas e predispõe à infecção. Fungos nos pés (ver Problemas da pele, em desenvolvimento) também podem levar à infecção.

Uma infecção no pé pode espalhar-se por toda a perna se não for tratada. A perna pode ficar tão infectada que uma parte dela precise de ser removida (amputada). Mas, bons cuidados com os pés e controlo dos seus níveis de açúcar no sangue podem impedir amputações.

um homem verificando os seus pés.

Verifique os seus pés diariamente

É difícil perceber uma lesão que não se pode sentir. Portanto, se perceber que partes do seu pé estão ficando insensíveis, verifique os seus pés, olhando e tocando-os todos os dias. Se não puder fazer isso sozinho, peça a alguém para ajudá-lo. Algumas pessoas usam um espelho para ver a planta do pé. Procure por bolhas, vermelhidão, cortes ou feridas. Sinta áreas quentes ou inchadas, que podem ser sinais precoces de infecção. Certifique-se também de verificar entre os dedos.

Procure ajuda de um profissional de saúde para qualquer ferida que não cicatrize ou áreas que permaneçam vermelhas, quentes ou inchadas. É importante tratar as feridas precocemente para evitar complicações sérias.

Cuidados para ferimentos nos pés

Mantenha as áreas feridas limpas e secas. Evite ficar de pé o máximo possível. Use muletas para andar para diminuir a pressão nas feridas.

um pé com uma ferida.
Úlcera
um pé com uma ferida infectada.
Úlcera infectada

Limpe as feridas com água limpa ou um anti-séptico. Remova qualquer tecido morto. (o tecido morto parecerá frio ao toque e terá uma cor mais escura.) A imersão do pé em água morna (não quente) pode ajudar a remover o tecido morto. Aplique uma pomada antibiótica e cubra a ferida com gaze ou um pano limpo e macio. Coloque uma compressa sobre ele. Preste atenção aos sinais de infecção, como vermelhidão, dor, calor, inchaço, ou pus. Tratar as infecções com um antibiótico como a dicloxacilina, cefalexina, ou clindamicina.

Se as feridas não curam com autocuidado e descanso, procure ajuda médica.

 um pé usando uma sandália com a palavra "sim" e outro pé descalço com a palavra "não".
SIM
NÃO

Prevenir ferimentos nos pés

  • Use sapatos ou sandálias, mesmo dentro de casa porque pode pisar em algo afiado e não sentir.
  • Lave os pés diariamente e seque-os. Seque sempre entre os dedos.
  • Verifique sempre dentro dos sapatos, com as mãos, para se certificar de que não há nada afiado ou áspero antes de calçá-los. Qualquer coisa áspera deve ser acolchoada ou cortada.
NWTND Diab Page 23-4.png

Unhas do pé

Uma unha encravada pode cortar a pele e causar infecção. Se a unha estiver encravada, enfie um pedaço de algodão molhado sob o canto da unha para ajudar a levantá-la. Apare as unhas em linha recta, tomando cuidado para não ferir o dedo do pé, ou use uma lima para evitar que elas se tornem muito longas. Cortá-las em linha recta em vez de curva, pode ajudar a evitar unhas encravadas.

duas mulheres conversando na banca de legumes.
Comer bem para controlar a diabetes também ajudará a prevenir a tensão alta. Comer menos sal ajuda a manter a tensão arterial num bom nível.

Meça a tensão arterial

Todas as pessoas com diabetes devem ser examinadas para verificar se têm tensão alta, e todas as que a tiverem devem ser examinadas para diabetes. Como a diabetes, a tensão alta provoca danos ao coração, vasos sanguíneos, rins e outras partes do corpo. Portanto, se sofre de diabetes e tensão alta, as chances de desenvolver doenças cardíacas, acidente vascular cerebral, doenças renais ou outros problemas sérios são maiores do que ter diabetes ou tensão alta só.

A tensão arterial normal é menor que 140/90 mmHg (ver Doença cardíaca). Se a tensão arterial estiver alta, tente diminuí-la aumentando a actividade física, reduzindo o stress e ingerindo alimentos mais saudáveis. Essas mesmas mudanças ajudam tanto a diabetes quanto a tensão alta.

Os medicamentos chamados Inibidores da Enzima Conversora da Angiotensina (IECA) reduzem a tensão arterial e podem proteger contra a insuficiência renal. Outro grupo de medicamentos chamados estatinas ajudam a reduzir o colesterol no sangue, para tornar menos prováveis os problemas cardíacos ou um acidente vascular cerebral nas pessoas com diabetes. Para mais informações sobre medicamentos que reduzem a tensão arterial e o colesterol, consulte Doença cardíaca.

NWTND Diab Page 24-2.png

Pare de fumar

As pessoas que fumam desenvolvem diabetes com mais frequência, e as pessoas com diabetes que fumam têm problemas de saúde mais sérios do que aqueles que não fumam. Fumar tabaco prejudica mais partes do corpo do que apenas os pulmões. Bloqueia o fluxo sanguíneo e aumenta a tensão arterial. Fumar é tão prejudicial para as pessoas com diabetes, que parar de fumar é ainda mais importante do que diminuir o nível de açúcar no sangue. Veja Drogas, álcool e tabaco (em desenvolvimento) para ajuda sobre como parar de fumar.

a man brushing his teeth.

Visão

Quando os níveis de açúcar no sangue ficam muito altos, a diabetes pode causar visão turva. Isso geralmente desaparece quando o açúcar no sangue volta ao normal. No entanto, a diabetes também pode causar danos permanentes aos vasos sanguíneos dos olhos, levando à perda gradual da visão ou à cegueira. Uma pessoa com diabetes deve ter os seus olhos testados, uma vez por ano ou mais frequentemente, se já tiver algum dano nos olhos. Se os danos nos vasos sanguíneos dos olhos forem detectados precocemente, eles podem ser tratados por um oftalmologista (especialista em doenças dos olhos) para prevenir a perda de visão.

um homem escovando os dentes.

Cuidados com a boca

A diabetes piora as infecções da gengiva que, por sua vez, piora a diabetes. As pessoas com diabetes devem escovar os dentes pelo menos duas vezes por dia com uma escova de dentes e pasta de dente com flúor ou raízes, ou ramos de plantas (mulala, miswak). Se palitos de dentes ou fio dental estiverem disponíveis, use-os para limpar entre os dentes. Para mais informações sobre como prevenir infecções nas gengivas, consulte Boca, gengivas e dentes (em desenvolvimento).

Uma pessoa com diabetes beneficiar-se-á de ver um profissional – agente ou técnico de estomatologia, dentista etc. Informe sempre se sofre de diabetes.

Vacinas

As pessoas com diabetes devem receber vacinas regulares para prevenir doenças como gripe e pneumonia, que podem ser mais graves se tem diabetes.



Esta página foi actualizada: 29 out. 2020