Hesperian Health Guides

Derrames de petróleo

Onde quer que haja petróleo, há derrames de petróleo. Os barcos e camiões têm acidentes e os oleodutos têm fugas. É responsabilidade das empresas petrolíferas prevenir os derrames e limpá-los quando eles acontecem.

Há um ditado que diz: “O óleo e a água não se misturam”. Mas quando o petróleo se derrama para a água, os químicos tóxicos do petróleo misturam -se com a água e ficam aí durante muito tempo. A parte mais espessa do petróleo espalha-se pela superfície e impede o ar de entrar na água. Os peixes, os animais e a as plantas que vivem na água não são capazes de respirar. Quando o petróleo se derrama para a água, os químicos deixados para trás podem tornar a água pouco segura para beber, mesmo depois de ser removido o petróleo que podermos ver.

Quando o petróleo se derrama para a terra, ele destrói o solo, abafando o ar e matando os seres vivos que tornam o solo saudável. Algo de parecido acontece quando o petróleo entra na nossa pele ou na pele dos animais. O petróleo cobre a pele e impede o ar de entrar. As toxinas do petróleo também entram no corpo através da pele, causando doenças.

O óleo e a água misturam-se?

Esta actividade pode ajudar as pessoas a perceberem os efeitos de um derrame de petróleo na água.
Tempo: 1,5 horas
Materiais: frasco de vidro transparente, água, óleo de cozinha

  1. Encher o frasco com água. Juntar 2 colheres cheias de óleo. Abanar o frasco para misturar o óleo com a água. Deixar estar o frasco durante uma hora.

  2. Voltar ao frasco. Você vai ver que a maior parte do óleo está em cima. O óleo de cozinha não faz mal, mas tente imaginar que o frasco é um rio com um derrame de petróleo. Começar uma discussão em grupo sobre os efeitos que isso possa ter. Imaginar os peixes a tentarem sobreviver neste rio com uma camada de petróleo a bloquear o ar e a luz do sol. Imaginar o que acontece aos pássaros que tentam caçar os peixes no rio.
    EHB Ch22 Page 514-1.png

  3. Usar uma colher para tentar tirar o óleo da superfície. Depois de ter tirado tanto óleo quanto possível, ver se algumas bolhas de óleo permanecem dentro da água. Isto é óleo que mergulha para dentro da água. Ter em consideração o ditado: “O óleo e a água não se misturam”. Discutir com o grupo o que acontece quando o petróleo e a água se misturam.

Poluição da água causada pelo petróleo

É muito perigoso beber água que tenha petróleo. A água que vem do solo quando o petróleo é extraído também é muito tóxica.

Os filtros que limpam o petróleo e os químicos tóxicos da água são muito caros. Ferver a água, usar desinfecção solar e acrescentar cloro à água (ver "Tornar a água segura para beber") mata os micróbios mas não consegue eliminar a poluição do petróleo.

Na realidade, acrescentar cloro torna pior a poluição do petróleo, porque ele se combina com alguns dos químicos chamados “fenóis” para formar um produto químico ainda mais tóxico chamado “clorofenol.”

Se um derrame de petróleo foi limpo, mesmo que você não veja petróleo na água, é provável que a água ainda não seja segura. Muitas das toxinas do petróleo assentam na água e ficam aí durante muito tempo. A única forma de garantir que a água é segura é fazer com que ela seja testada.

Como manter-se seguro depois de um derrame de petróleo

A woman speaks as she leads a child away from a contaminated pond.
Vamos mas é buscar água ao terreno do teu tio.
  • Evitar o contacto com o petróleo. Manter as crianças e os animais longe do derrame. Se possível, pôr uma vedação à volta da área e pôr um sinal de aviso.
  • Usar uma fonte de água a montante do derrame. Mesmo que você tenha que caminhar durante muito tempo, vale a pena, para prevenir problemas de saúde. No lugar onde o petróleo se derramou, a água da chuva pode ser a única água segura para beber.
  • Evitar comer animais que vivem na água, como caranguejos, camarões e caracóis, perto do derrame e nas áreas a jusante dele.
  • Evitar tomar banho com a água afectada. Se alguém cair na água, deve lavar- se imediatamente com sabão forte e água limpa.
  • Informar os vizinhos, os representantes do governo, a imprensa e as ONGs que lidam com questões de saúde e do meio ambiente.
  • Ensinar as pessoas nas escolas e reuniões comunitárias sobre os perigos do petróleo.

Limpar derrames de petróleo

Limpar derrames é responsabilidade da empresa petrolífera. As empresas alegam que podem limpar qualquer derrame. Mas a verdade é que, mesmo com o melhor equipamento, os derrames de petróleo e as limpezas de derrames de petróleo são muito perigosos e difíceis. Na maior parte dos casos, as pessoas afectadas por derrames não têm equipamento de protecção.

3 men in protective clothing speak as they shovel sludge into buckets.
A empresa diz que este oleo é bom para as plantas.
Não serás capaz de comer nada que cresça aqui, nem daqui a um milhão de anos!
Sempre que há derrames, na água ou na terra, os produtos químicos no petróleo envenenam pessoas, animais, plantas, terra e água.

A empresa petrolífera deve começar a limpar assim que o derrame acontece. Como as toxinas do petróleo assentam na água e no solo, retirar a lama preta da superfície nem sempre retira a fonte dos danos.

Limpeza de derrame de petróleo torna os trabalhadores doentes

Quando um navio petroleiro chamado Exxon Valdez encalhou ao largo da costa do Alasca em 1989, derramou milhões de litros de petróleo na água. O derrame matou inúmeros animais e pássaros e destruiu a indústria pesqueira local. O petróleo causou danos que continuam até hoje.


A empresa Exxon contratou 10.000 trabalhadores para limpar o petróleo e salvar os animais. Usando o melhor equipamento, eles trabalharam 12 a 16 horas por dia durante muitos meses a limpar o derrame e a tentar prevenir o petróleo de se espalhar. Eles usaram roupas de protecção para manter o petróleo longe da sua pele e usaram máscaras para os impedir de respirarem os fumos tóxicos.


No fim de cada dia, os trabalhadores retiravam as suas capas de chuva, botas e luvas. Os fatos e os próprios trabalhadores eram limpos com solventes químicos. No dia seguinte, eles punham de volta os fatos e regressavam ao trabalho. Mas, apesar do equipamento de protecção, muitos trabalhadores queixaram-se de tosse, dores de cabeça, tonturas e pingar do nariz. “À noite, na cama, todos estavam a tossir. Parecia uma enfermaria de tuberculosos”, disse um trabalhador. Dez anos mais tarde, muitos trabalhadores tinham desenvolvido perda de memória, danos nos pulmões e cancro. Centenas de trabalhadores morreram.


A Exxon foi processada para pagar pelos danos. Mas, passados todos estes anos, ainda não pagou nada.


O que fazer em caso de derrame de petróleo

EHB Ch22 Page 517-1.png
Alguns materiais para absorver petróleo são palha, serradura, maçarocas de milho moídas, penas, barro, lã e areia.

Quando o petróleo se derrama ou vaza de um tanque de armazenamento, ele deve ser contido e absorvido. Assim que tiver sido absorvido, o petróleo e qualquer material usado para o absorver deve ser retirado e eliminado com segurança, por exemplo num fosso revestido com cimento, para que não vá poluir a água subterrânea.

Os derrames de petróleo na água também podem ser contidos e absorvidos, mas isto é difícil se não se tiver um equipamento especial. Qualquer pessoa que entra na água para limpar petróleo derramado pode ficar muito doente. Tentar retirar petróleo da água apanhando-o em baldes é perigoso e não funciona muito bem. Com equipamento e formação adequados, é assim que os derrames de petróleo na água são limpos:

EHB Ch22 Page 517-2.png
EHB Ch22 Page 517-3.png
O petróleo é mantido no lugar com uma baliza, uma espécie de vedação flutuante segura por âncoras ou atada a barcos ou a coisas na costa. A baliza impede que a maior parte do petróleo flutue para longe. Uma máquina chamada coadeira tira o petróleo da superfície da água e suga-o, através de uma mangueira, para dentro de um tanque de armazenamento.
EHB Ch22 Page 517-4.png
EHB Ch22 Page 517-5.png
O petróleo que permanece na água é absorvido com materiais como serradura, turfa, penas ou barro. Depois de a maior parte do petróleo ter sido coada da superfície, embebida e retirada, o que sobra é queimado. Queimar petróleo cria fumo tóxico, mas pode ser melhor do que deixar o petróleo na água.

Se você limpar um derrame de petróleo, proteja-se!

Se você, ou a sua comunidade, tiverem que limpar um derrame de petróleo por si mesmos ou se forem pagos por uma empresa petrolífera para limpar um derrame de petróleo, você deve saber:

  • O petróleo é sempre tóxico. Tocar nele ou respirá-lo pode trazer problemas de saúde graves.
  • Os solventes usados para limpar o petróleo também são tóxicos e podem trazer problemas de saúde graves.
  • As mangueiras de alta pressão habitualmente usadas para pulverizar o petróleo para fora das rochas fazem com que o petróleo se vaporize (se transforme num gás) e tornam o petróleo mais fácil de inalar. Isto pode trazer problemas da garganta e dos pulmões.
  • A empresa responsável pelo derrame e pela limpeza deve disponibilizar -lhe roupa de protecção, incluindo um fato para o corpo, luvas, botas, respiradouro, óculos de protecção e cobertura para a cabeça.
  • Trabalhar longas horas em água contaminada com petróleo ou ficar exposto a solventes pode causar problemas de saúde graves. É melhor trabalhar menos horas e descansar longe dos fumos tóxicos, entre os turnos de trabalho.

Fazer um plano de segurança para emergências

Se você vive num lugar onde há extracção ou refinarias de petróleo, trabalhe com a sua comunidade para fazer um plano de segurança para proteger a saúde de todos em caso de emergências, como por exemplo chamas ou derrames.

Mapear a sua comunidade

Um plano de segurança deve procurar saber onde é que os problemas podem surgir e onde estão os recursos para prevenir e recuperar de uma situação de emergência. Mapear a comunidade pode ser uma ajuda.

People gather around a table and draw a map.

Em conjunto com outras pessoas da comunidade, desenhe um mapa do lugar onde você vive. Inclua poços de petróleo, locais de perfuração, oleodutos, fossos de resíduos, refinarias e outras fontes de poluição. Inclua também lugares onde você obtém água, cultiva ou recolhe alimentos e mantém animais, bem como os recursos comunitários

Fale sobre onde é que houve derrames, acidentes ou poluição no passado. Qual foi o impacto? Marque o mapa onde você viu os efeitos dos derrames de petróleo. Depois, faça uma lista dos seus recursos disponíveis e faça um plano sobre como usá-los em caso de emergência.

Restaurar terra danificada pelo petróleo

A woman speaks.
PRECISAMOS DE
  • Uma fonte de água amontante ou um tanque de água comunitário.

  • Mudar a água armazenada a cada 6 a 12 meses.

  • Camiões ou outros veículos para levar as pessoas para longe com segurança.

  • Escolher 1 ou mais pessoas para alertarem as comunidades vizinhas, os representantes e os meios de comunicação social numa emergência.

  • Uma escola, igreja ou outros locais de encontro.

  • Telefone ou rádio para pedir ajuda e alertar os representantes e os meios de comunicação social.

  • Números de telefone de hospitais, postos de saúde e trabalhadores de saúde.

RESPONSÁVEL
  • José

  • Sala, Naisha, Njuma

  • Táxi do Ahmed,
    Camião do Kwame

Quantos de nós temos telefones celulares que podemos usar numa emergência?

Restaurar terra danificada pelo petróleo

Os derrames de petróleo causam danos prolongados graves à terra. Se o petróleo for limpo e a terra for deixada para recuperar durante muitos anos, pode ser possível restaurar a terra para a tornar fértil outra vez. Mas isso vai levar muito, muito tempo. (Ver também "Restaurar a terra e plantar árvores" e “Restaurar a terra danificada”).

Uma nova forma de limpar petróleo derramado?
Mushrooms growing on oil.

Depois de um derrame de combustível para fazer gasóleo nos EUA, foi pedido a diferentes empresas que vissem o que podiam fazer para o limpar. O solo onde o petróleo se derramou foi acumulado em montes e cada empresa recebeu um monte sobre o qual trabalhar.


Uma das empresas era um pequeno negócio dedicado a criar e a vender cogumelos comestíveis. O homem que geria o negócio tinha visto os cogumelos crescerem depois de incêndios florestais e outros desastres naturais. Ele acreditava que os cogumelos tinham o poder de restaurar a terra danificada. A sua equipa foi trabalhar enchendo o seu monte cheio de petróleo com fibras das raízes dos cogumelos ostra. Depois, taparam o monte e esperaram.


Quando destaparam o monte 6 semanas mais tarde, o que viram era extraordinário. O solo estava coberto de enormes cogumelos, alguns chegando a ter 30 cm de largura. Eles levaram os cogumelos e o solo para um laboratório e testaram-nos. Os cogumelos não tinham qualquer vestígio de petróleo ou quaisquer químicos tóxicos que o petróleo contém. Os cogumelos tinham limpo totalmente o solo!


A parte excitante desta história foi o que aconteceu a seguir. Depois de os cogumelos terem amadurecido, as moscas vieram e puseram ovos neles. Apareceram larvas, os pássaros voaram para aqui e outros animais pequenos começaram a comer os cogumelos e as larvas. Os pássaros e os animais transportaram sementes e as plantas começaram a crescer. O monte de lixo poluído foi transformado num rico jardim com vida.


Este método funcionou na experiência, mas ninguém sabe ainda se ele também vai funcionar em todas as condições e em todos os lugares. Mais trabalho precisa de ser feito para descobrir se os cogumelos ou outros “remédios naturais” podem limpar derrames de petróleo.



Esta página foi actualizada: 09 jun. 2023