Hesperian Health Guides

Efeitos dos pesticidas a longo prazo na saúde

Neste capítulo:

A maior parte dos envenenamentos com pesticidas vem do contacto com pesticidas ao longo de semanas, meses ou anos, e não do uso de pesticidas apenas uma vez. As pessoas podem ficar doentes devido aos pesticidas só muitos anos mais tarde. Nos adultos, podem levar 5, 10, 20, 30 anos ou mais a ficarem doentes por causa da exposição regular aos pesticidas. Quanto tempo leva para que a doença apareça depende de muitas coisas. Nas crianças, o envenenamento leva habitualmente menos tempo a ter efeitos. A doença com pesticidas pode começar num bebé antes de ele nascer, enquanto a mãe está grávida e em contacto com pesticidas.

Quando uma pessoa fica exposta aos pesticidas durante um período longo de tempo, é difícil saber se os problemas de saúde são causados pelos pesticidas. A exposição a longo prazo pode provocar danos a longo prazo, tal como cancro, danos no sistema reprodutor, problemas no fígado, cérebro e outras partes do corpo.

Muitos efeitos dos pesticidas a longo prazo são difíceis de ver, porque as pessoas em áreas agrícolas estão expostas a muitos produtos químicos diferentes e porque os trabalhadores agrícolas podem deslocar-se de um lugar para outro.

Quando as pessoas têm cancro e outras doenças, os médicos e cientistas podem dizer que a doença se deve ao acaso ou a outros problemas diferentes dos pesticidas ou da contaminação. Eles podem dizer-nos que não podemos culpar os pesticidas ou outros produtos químicos tóxicos. E, às vezes, as pessoas que vendem pesticidas ou que promovem o uso dos pesticidas vão dizer mentiras sobre eles, porque não querem ser responsáveis pelos problemas de saúde das outras pessoas. Eles podem dizer isto porque muitas vezes é impossível provar com certeza que uma doença que leva muito tempo a desenvolver-se foi provocada por um pesticida específico ou por outro produto químico tóxico.

A man carries bananas through a plantation as an airplane sprays overhead.
A sick man in his bed wearing a breathing mask.
O João trabalhou nas plantações de bananas… …e 10 anos mais tarde ficou com cancro.

Sintomas de doença a longo prazo causada por pesticidas

Os pesticidas e outros produtos tóxicos podem provocar muitas doenças a longo prazo (doenças crónicas). Alguns sintomas de doença crónica são: perda de peso, fraqueza constante ou tosse com sangue, feridas que não se curam, falta de sensibilidade nas mãos ou nos pés, equilíbrio fraco, perda de visão, batimentos do coração muito rápidos ou muito lentos, mudanças súbitas de humor, confusão, perda de memória e dificuldade de concentração.

Se você tiver qualquer um destes sintomas, diga ao seu médico ou a um trabalhador de saúde. Garanta que lhes diz sempre que esteve em contacto com pesticidas e, se possível, quais.

Alguns efeitos dos pesticidas na saúde a longo prazo

A thin man coughing.

Danos aos pulmões: As pessoas expostas aos pesticidas podem ter uma tosse que nunca desaparece ou ter uma impressão de aperto no peito. Estes podem ser sintomas de bronquite, asma ou outras doenças dos pulmões. Com o passar do tempo, os danos nos pulmões podem dar origem a cancro nos pulmões. Se você tem quaisquer sintomas de danos nos pulmões, não fume cigarros! Fumar torna a doença dos pulmões ainda pior.

Cancro: As pessoas expostas aos pesticidas têm uma possibilidade maior do que as outras pessoas de ter cancro. Isto não significa que você vai ter cancro se trabalhar com pesticidas. Mas significa que trabalhar com pesticidas lhe dá um risco maior de ter a doença.

Sabe-se ou acredita-se que centenas de pesticidas e ingredientes de pesticidas provocam cancro. Existem muitos outros que ainda não foram estudados. Os cancros mais comuns causados por pesticidas são o cancro do sangue (leucemia), o linfoma nãoHodgkin e o cancro do cérebro.

A man sitting next to a pesticide sprayer drinks from a bottle.
Como o álcool pode causar danos ao fígado...
...beber álcool torna pior o envenenamento com pesticidas.

Danos no fígado: O fígado ajuda a limpar o sangue e a eliminar os venenos. Como os pesticidas são venenos muito fortes, às vezes o fígado não consegue eliminálos. Podem acontecer danos graves ao fígado depois de um envenenamento grave ou depois de trabalhar com pesticidas durante muitos meses ou anos.

Hepatite tóxica: É uma doença do fígado que as pessoas apanham depois de estarem expostas aos pesticidas. A hepatite tóxica provoca náuseas, vómitos, febre e amarelecimento da pele e pode destruir o seu fígado.

Danos no sistema nervoso: Os pesticidas estragam o cérebro e os nervos. A exposição a longo prazo aos pesticidas pode causar perda de memória, ansiedade, mudanças de humor e dificuldade de concentração.

Danos no sistema imunitário: Alguns pesticidas enfraquecem o sistema imunitário que protege o corpo contra as doenças. Quando o sistema imunitário está fraco por causa da malnutrição, dos pesticidas ou de doenças como o HIV, é mais fácil ter alergias e infecções e é mais difícil curar-se de doenças normais.

Efeitos dos pesticidas na saúde reprodutiva

A woman breastfeeding a baby.
O jeito dá mais saúde

Os pesticidas têm muitos dos mesmos efeitos na saúde reprodutiva que outros produtos químicos tóxicos. Eles podem prejudicar a capacidade que as pessoas têm de ter filhos ou impedir os bebés de crescerem saudáveis.

Os produtos químicos podem entrar no corpo da mulher e aparecer mais tarde no seu leite materno. Há tantos pesticidas a serem usados em todo o mundo, que até as mães que nunca mexeram em pesticidas têm alguns produtos químicos tóxicos no seu leite materno.

Mesmo que você pense que o seu leite materno pode ter pesticidas, os benefícios da amamentação são mais fortes do que qualquer estrago possível dos pesticidas no leite materno. O leite materno é o melhor alimento para ajudar o bebé a crescer saudável e forte.

Alguns efeitos dos pesticidas na saúde reprodutiva são:

A pregnant woman standing next to a man.

Esterilidade: Muitos camponeses do sexo masculino em todo o mundo tornaram-se incapazes de tere filhos depois de terem trabalhado com certos pesticidas, porque eles já não conseguem produzir esperma.

Defeitos de nascimento: Quando uma mulher grávida fica exposta aos pesticidas, o bebé dentro dela também fica exposto e pode ser prejudicado. Ficar exposto aos pesticidas quando se está grávida nem sempre significa que o bebé vai nascer com defeitos. Mas o bebé vai ter um risco maior de ter defeitos de nascimento, dificuldades de aprendizagem, alergias e outros problemas de saúde.

A farm worker standing beside his pesticide sprayer hands his clothes to a woman to wash.
Os pesticidas na roupa podem afectar qualquer pessoa que tenha contacto com eles.

Danos às glândulas que produzem hormonas: As hormonas controlam muitas das actividades do nosso corpo, como por exemplo o crescimento e a reprodução. Quando os pesticidas estragam as glândulas que produzem hormonas, isto pode causar problemas com o nascimento e a reprodução.

Mesmo que uma mulher fique exposta aos pesticidas antes de estar grávida, ela pode ter um aborto espontâneo ou o bebé pode nascer morto por causa dessa exposição aos pesticidas.

Esta página foi actualizada: 16 abr. 2024