Hesperian Health Guides

Latrinas ecológicas

Neste capítulo:

As latrinas ecológicas transformam as fezes e a urina em condicionador e adubo do solo. Isto melhora a saúde das pessoas e o ambiente, impedindo que os micróbios se propaguem e transformando resíduos prejudiciais num recurso valioso.

é necessária água para o seu uso, excepto para a lavar. Elas são mais seguras para a água subterrânea do que as outras latrinas, porque ficam acima do chão ou usam fossas pouco fundas.

As latrinas ecológicas podem ser construídas e usadas nas cidades, vilas ou aldeias. Elas precisam de mais manutenção do que as latrinas de fossa (mas não tanta como as latrina de sifão), por isso, é importante que as pessoas compreendam como é que elas funcionam.

Transformar resíduos em adubo

O solo rico e saudável precisa de matéria orgânica (o que é deixado quando as plantas e outros seres vivos morrem e se decompõem). Este processo natural em que a matéria orgânica se decompõe e transforma em solo é chamado de compostagem.

Illustration of the below: Arrows from an ear of corn, to a woman eating, to a person in a toilet shelter, to a woman farming, to a crop of corn.
O solo produz culturas
O adubo alimenta o solo
As culturas transformam-se em alimentos
Os dejectos humanos podem ser transformados em adubo
Os alimentos transformam-se em dejectos humanos
O saneamento ecológico transforma os resíduos em recursos.

Os camponeses fazem composto a partir de restos de comida e de estrume animal e acrescentam-no ao solo. Isto mantém o solo cheio de nutrientes para produzir culturas. Assim como as pessoas precisam de nutrientes a partir dos alimentos para crescerem fortes e saudáveis, assim também as plantas precisam de nutrientes no solo para crescerem fortes e darem fruto.

Os adubos também podem ser feitos a partir de dejectos humanos. Os dejectos humanos contêm nutrientes que podem ser usados para melhorar o solo. Mas também transportam micróbios que causam doenças. Por esta razão, fazer adubo a partir de dejectos humanos implica muito mais cuidados do que fazer composto a partir de estrume animal e de restos de alimentos.

As fezes nunca devem ser usadas enquanto estão frescas. Mas, assim que são transformadas em adubo, as fezes ajudam, com segurança, a produzir alimentos, árvores e outras culturas, sem serem necessários adubos químicos.

A urina transporta menos micróbios do que as fezes e tem mais nutrientes do que as fezes. Isto faz com que ela seja mais segura de manusear e muito valiosa como adubo. Mas a urina é demasiado forte para ser usada directamente nas plantas e também precisa de um tratamento especial anterior ao seu uso.

Latrinas para fazer composto e latrinas secas que desviam a urina

Há 2 tipos principais de latrinas ecológicas: ‘latrinas com composto’ e ‘latrinas que desviam a urina’ ou ‘secas’. Ambas podem criar adubo seguro. Muitas pessoas chamam a ambas ‘latrinas com composto’. Mas há algumas diferenças importantes.

Nas latrinas para fazer composto:

  • Fezes e urina entram num recipiente, do tipo fossa pouco funda ou caixa grande de betão, que não vai deixá-los escoarem para a água subterrânea.
  • Depois de cada uso, o utilizador acrescenta uma mistura de matéria seca, como palha, folhas, serradura, solo e cinzas. Isto reduz os cheiros e ajuda os dejectos a decomporem-se e a transformarem-se em composto.
  • O tempo vai matar quase todos os micróbios, incluindo os ovos do nemátodo da ascaríase (os mais difíceis de matar).
  • Depois de a mistura ter tido tempo para matar os micróbios nas fezes (habitualmente 1 ano), a matéria seca é removida para uso como adubo.

Nas latrinas secas:

  • As fezes vão para um recipiente, uma caixa grande de betão ou recipiente de plástico duro, que não vai deixá-las escoarem para a água subterrânea.
  • Depois de cada uso, o utilizador acrescenta solo misturado com restos de plantas secas e cinzas às fezes. Isto reduz os cheiros e ajuda os dejectos a secarem.
  • As fezes nunca se misturam com a água. Uma mistura seca vai matar a maior parte dos micróbios, incluindo os ovos do nemátodo da ascaríase.
  • As fezes são armazenadas durante aproximadamente 1 ano, até terem a uma textura de solo seco.

Para ambas as latrinas, a mistura de fezes envelhecidas está pronta, depois de um ano, a ser misturada num monte de composto, a ser atirada para um fosso pouco fundo para plantar uma árvore ou a ser acrescentada directamente no solo para plantio.

Casas de banho secas ajudam a economia local
A man examines samples of toilets under a sign reading, "Sanitation Workshop Today."

Em várias vilas de Morelos, no México, muitas pessoas usam casas de banho ecológicas secas. Um bairro chamado La Cienega tem uma necessidade especial de casas de banho secas, porque se localiza numa área baixa muito húmida, onde as casas de banho de fossa ficam inundadas. Para resolver o problema, os membros da comunidade compraram uma bacia especial para casas de banho que separa a urina das fezes. Estas bacias são construídas localmente em pequenas oficinas com vários trabalhadores locais. Os trabalhadores treinam grupos comunitários sobre como usar estas novas bacias para latrina.

Muitas pessoas em La Cienega vivem da produção e venda de árvores de fruto e outras plantas. A primeira pessoa no bairro a usar casas de banho secas descobriu que podia usar urina e composto proveniente da sua latrina como adubo para as árvores. Quando os seus vizinhos viram as árvores a crescerem grandes e muito saudáveis, também eles quiseram tentar usar estas novas casas de banho que produzem adubo de graça.

Agora, quase todos em La Cienega usam estas casas de banho. A oficina local está muito ocupada a construí-las e a comunidade tornou-se mais saudável e mais rica.

Latrina simples para composto para plantar árvores

Esta latrina faz adubo para plantar árvores. É simples de construir e é feita de tal maneira que o abrigo pode ser deslocado quando a fossa está cheia.

Esta latrina é melhor nos locais onde há espaço e vontade de plantar árvores. Ela também é boa para lugares com água subterrânea elevada, porque a fossa é pouco funda. Tapar a fossa da latrina com solo e plantar aí uma árvore ajuda a decompor os dejectos.

Esta é uma óptima maneira de iniciar o plantio de um pomar de árvores de fruto ou de outras árvores úteis. Se você não estiver a planear plantar árvores, use um tipo de latrina diferente.

A woman plants a small tree between a toilet shelter and some larger trees.

Construir uma latrina simples para plantar árvores

Alise o chão e coloque uma base de betão em forma de anel no lugar onde quer a latrina. Dentro da base em anel, cave uma fossa com 1 metro de profundidade. Fixe a base no lugar. Faça uma plataforma para pôr por cima da fossa e da base. Construa um abrigo ligeiro para ter privacidade e que seja fácil de deslocar.

Como usar e manter esta latrina

Women work together to move a toilet shelter over a platform and pit.
  • Antes de usar, pôr folhas secas ou capim dentro da fossa. Isto vai ajudar as fezes a decomporem-se.
  • Depois de cada uso, acrescentar uma mão -cheia de terra misturada com cinzas ou folhas secas.
  • Quando o monte ficar muito alto, pressioná -lo para baixo com um pau.
  • Varrer e lavar a plataforma com frequência. Ter cuidado para não deixar entrar demasiada água na fossa.
  • Quando o buraco estiver quase cheio, remover o abrigo, a plataforma e a base de betão.
  • Encher o buraco com 15 cm de solo misturado com restos de plantas. Passadas várias semanas, os dejectos vão assentar. Acrescentar mais terra, restos de plantas e água e plantar uma árvore. As árvores de fruto vão crescer bem e dar frutos seguros e abundantes.
  • Deslocar o abrigo, a plataforma e a base de betão para outro lugar, cavar outro buraco e repetir a operação.

Latrina para fazer composto com 2 fossas

EHB Ch7 page 128-1.png
1 metro
30 cm
1 metro

A latrina para fazer composto com 2 fossas é como a latrina simples para composto para plantar árvores, mas em vez de plantar uma árvore na fossa, o composto é retirado da fossa e usado nas hortas ou campos. Esta latrina tende a ser mais segura para a água subterrânea do que as latrinas tradicionais com fossa, porque os dejectos são misturados com terra numa fossa pouco funda, deixados a secar e a eliminar os micróbios, e depois retirados.

Construir uma latrina para composto com 2 fossas

Cave 2 fossas de 1 m de profundidade, 1 m de largura e a 30 cm de distância uma da outra. Acrescente um revestimento ou uma base em forma de anel a ambas as fossas. Coloque uma plataforma e um abrigo simples sobre uma das fossas, e uma tampa de betão ou madeira sobre a segunda fossa. Use a primeira fossa até esta estar quase cheia. Uma família de 6 pessoas vai encher a fossa em cerca de 1 ano.

  1. Quando a primeira fossa estiver quase cheia, encha-a com 30 cm de terra e tape-a com uma tábua ou placa de betão. Desloque a plataforma e o abrigo para a segunda fossa. Use-a até esta estar quase cheia.
  2. Deixe descansar a primeira fossa. Ou, depois de ela ter ficado a assentar durante 2 meses, acrescente mais terra e plante um legume sazonal (por exemplo, tomate) no sítio da fossa. Como os dejectos na fossa ainda estão a ser processados, é melhor evitar culturas que crescem debaixo do solo, como cenouras e batatas.
  3. Quando a segunda fossa estiver cheia, esvazie a primeira fossa com uma pá. Use luvas e lave as mãos depois de manusear o adubo fresco.
  4. Woman shoveling compost into a wheelbarrow.
    Passado 1 ano, os conteúdos da latrina para composto com 2 fossas devem estar seguros para serem deitados na horta como adubo. Mas ainda é melhor usar luvas e sapatos quando os manuseia.
  5. Guarde a matéria seca da fossa em sacos abertos ou baldes, para usar mais tarde, ou acrescente-a a um monte de composto ou horta. (para saber quando é que os conteúdos estão prontos, veja “Quando é que o adubo sólido pode ser usado com segurança.”) Desloque a plataforma e o abrigo de volta para a primeira fossa, enquanto os conteúdos da segunda fossa assentam. E assim por diante...

Como manter uma latrina para composto com 2 fossas

  • Manter no abrigo um balde de terra misturada com restos de plantas secas. Depois de cada uso, deitar uma mão-cheia na fossa.
  • Quando o conteúdo da fossa ficar muito em cima, empurrá-lo para baixo com um pau.
  • Varrer e lavar a plataforma com frequência. Ter cuidado para não deixar demasiada água entrar na fossa.

Latrinas secas que desviam a urina

As latrinas secas não usam fossas. São construídas acima do solo, para que seja mais fácil remover os seus conteúdos. Elas também têm uma bacia de latrina com compartimentos separados para manter separadas as fezes e a urina. Isto ajuda os conteúdos da latrina a manterem-se secos, o que mata os micróbios e reduz os cheiros. Além disso, permite que a urina seja usada como adubo. Como são construídas acima do chão e revestidas no cimo, as latrinas bem construídas não contaminam a água subterrânea.

As latrinas secas são mais caras de construir do que as latrinas de fossa. O seu uso seguro requer formação, porque elas são usadas de maneira diferente das latrinas com fossa e das latrinas com sanita. Exige algum trabalho mantê-las de maneira correcta. Mas elas são muito boas para pessoas que querem produzir adubo a partir dos seus dejectos. Também são uma boa escolha em lugares onde:

  • A água do solo é demasiado elevada para as latrinas com fossa;
  • As cheias são comuns;
  • O solo é demasiado duro para cavar;
  • As pessoas querem uma latrina permanente dentro ou perto da sua casa.

Latrinas com 2 câmaras

Esta latrina seca tem 2 câmaras onde as fezes se decompõem e transformam em adubo seguro. Um dos lados é usado como latrina, enquanto as fezes do outro lado secam e se decompõem. Uma bacia especial para latrina, que funciona tanto para os homens como para as mulheres, separa a urina das fezes. A urina escorre através de um tubo para um recipiente fora da latrina. Passado cerca de um ano, as fezes secas são removidas e acrescentadas a um monte de composto ou usadas nas hortas ou campos. A urina recolhida pode ser misturada com água e usada como adubo.

Partes de uma latrina seca com 2 câmaras

EHB Ch7 page 129-1.png
Parte da frente da latrina
Traseiras da latrina
Abrigo para ter conforto, privacidade e para manter a latrina seca
Pote onde a urina é recolhida da latrina e do urinol
2 Câmaras, feitas de tijolo, betão ou outro material duradouro. Enquanto uma está a ser usada como latrina, as fezes secam e decompõem-se na outra
Urinol
Esta bacia de latrina seca separa a urina das fezes.Os mecanismos caseiros para recolher a urina também funcionam bem
Pequenas portas nas traseiras, para remover as fezes secas
Mangueira para desviar a urina do urinol e da bacia que recolhe a urina
3 formas de construir uma latrina seca

Todas as 3 têm uma base feita de betão, tijolo ou qualquer outro material à prova de água, com as seguintes partes:

EHB Ch7 Page 130-1.png
2 câmaras
2 portas pequenas
Um tubo de ventilação
Buraco para o tubo de ventilação
Um buraco de cada lado
ou à frente para encaminhar a mangueira da urina para fora das câmaras
Para todas as 3, construir um abrigo e degraus. Colocar portas nas traseiras (placas de betão seguras com argamassa de cal funcionam bem). Puxar o tubo que desvia a urina para fora do buraco na base da latrina e enfi á-lo num recipiente, num fosso de escoamento ou para fertilizar o solo da horta.
TIPOS DE LATRINA 1. Para pôr-se
de cócoras
EHB Ch7 Page 130-2.png
2. Sentado
num banco
EHB Ch7 Page 130-7.png
3. Ou numa bacia
de latrina
EHB Ch7 Page 130-12.png
CONSTRUIR A BASE
EHB Ch7 Page 130-3.png
EHB Ch7 Page 130-8.png
EHB Ch7 Page 130-8.png
Deixar um espaço na parede divisória para colocar um recipiente de separação da urina que sirva para as duas câmaras. Tapar a base com uma plataforma lisa de madeira ou betão, com um buraco sobre cada uma das câmaras. Tapar a base com uma plataforma lisa de madeira ou betão, com um buraco sobre cada uma das câmaras.
DESVIAR A URINA
EHB Ch7 Page 130-4.png
EHB Ch7 Page 130-09.png
EHB Ch7 Page 131-13.png
Cortar a base de uma garrafa de 20 litros de água. Atar a garrafa, virada com o gargalo para baixo, ao espaço na parede que divide as duas câmaras. Atar um tubo ao gargalo para desviar a urina, garantindo que não há fugas entre a garrafa e o tubo. Pôr uma rede fi na na garrafa, para impedir que as fezes e outros dejectos caiam dentro dela. Cortar a base e o lado de um galão de plástico. Atar um tubo ao gargalo para desviar a urina. Pôr uma rede fi na no galão, para impedir que as fezes e outros dejectos caiam dentro dele. As bacias de latrina que desviam a urina podem ser feitas ou compradas nalguns lugares. Se estiverem disponíveis, são muito fáceis de instalar e usar.
ACABAR A BASE
EHB Ch7 Page 131-5.png
EHB Ch7 Page 131-10.png
EHB Ch7 Page 131-14.png
Cortar um buraco longo na plataforma, colocando ao centro a garrafa virada de cabeça para baixo. A urina entra na garrafa e as fezes entram nas câmaras por baixo de cada ponta do buraco. Pôr uma tampa a cobrir metade do buraco, do lado da câmara que não está a ser usada. Atar um mecanismo para desviar a urina à frente de cada buraco. Pôr assentos de latrina sobre cada um dos buracos. Pôr a bacia de latrina que desvia a urina sobre um dos buracos e tapar o outro buraco até que esteja pronto a usar.
CONSTRUIR UM ABRIGO
EHB Ch7 page 131-6.png
recipiente
EHB Ch7 page 131-11.png
mangueira
EHB Ch7 Page 130-15.png
A urina é recolhida num recipiente para usar como adubo...ou enviada através de uma mangueira para um fosso de escoamento.

Como usar e manter uma latrina seca com 2 câmaras



EHB Ch7 page 132-1.png
Pôr informação nas paredes para ajudar as pessoas a usarem e manterem a latrina.
Garrafa de água. Acrescentar um pouco de água ao urinol e ao separador de urina depois de cada uso, para controlar os cheiros.
Manter tapada a câmara que não está em uso.
Fazer um urinol com um galão de plástico e atar um tubo para transportar a urina até a um recipiente ou fossa de escoamento.
Papel
Manter limpa a rede do separador
de urina. Quando esta está
bloqueada, retirá-la,
limpá-la e substituí-la.
Balde com mistura de terra, cinzas e restos de plantas secas. Depois de cada uso, deitar 2 mãos-cheias na parte seca da bacia da latrina. Depois, fechar a tampa.


  • Garanta que não entra nenhuma água na parte da câmara que guarda

as fezes.

  • Se o conteúdo da latrina ficar molhado, acrescente mais mistura seca.
  • Se a latrina cheirar mal, acrescente mais mistura seca e garanta que o

tubo de ventilação está limpo.

  • Se o monte de fezes se acumular e ficar muito elevado, use um pau para o

puxar para baixo.

  • Quando o recipiente de urina estiver cheio, esvazie-o e faça adubo.
  • Quando uma das câmaras estiver cheia, use a outra câmara. Garanta que tapa a câmara que não está a ser usada.
  • É melhor deixar as fezes assentarem durante um ano inteiro antes de esvaziar a câmara.Após um ano, ou quando a segunda câmara estiver cheia, esvazie a primeira câmara e repita o processo.


Não deitar lixo na latrina

EHB Ch7 page 133-1.png
Não deitar lixo na latrina

Para que as latrinas ecológicas funcionem, elas devem ser usadas apenas para dejectos humanos. As mulheres que têm o sangramento mensal podem usar as latrinas ecológicas com segurança. Mas os pensos higiénicos e outros produtos não devem ser deitados na latrina.

As latrinas ecológicas não podem ser usadas para eliminar coisas que não se vão degradar, como latas, garrafas, plástico, tampões ou grandes quantidades de papel. Não há problema em usar pequenas quantidades de papel, folhas, serradura e outros restos de plantas, porque estas coisas se decompõem e transformam em solo.

Quando é que o adubo sólido pode ser usado com segurança

EHB Ch7 page 133-2.png
Retire o material seco para uso como adubo.

O conteúdo de uma latrina seca está pronto a ser removido quando estiver seco e tiver pouco ou nenhum cheiro. Para que isto aconteça, ele deve ser mantido seco dentro da câmara da latrina durante 1 ano.

Quando você pensa que o conteúdo está pronto a ser removido, abra a câmara. Se o monte estiver húmido, acrescente restos de plantas secas ou solo misturado com cinzas e deixe assentar durante várias semanas. Se o monte estiver seco e não tiver um cheiro forte, então está pronto. Retire-o com uma pá.

Depois de secar durante 1 ano, a maior parte dos micróbios estarão mortos e o material será seguro para acrescentar directamente ao solo da horta. Mas se houver qualquer dúvida, os dejectos podem ser armazenados em sacos abertos ou baldes numa área seca e ensolarada ou acrescentados a um monte de composto.

Adubo feito com urina

Alguns camponeses usam a urina misturada com água como adubo, porque a urina transporta nutrientes valiosos, como o azoto e o fósforo, que podem ajudar as plantas a crescer. É muito mais seguro manusear urina do que fezes. Contudo, os mesmos nutrientes que a transformam num bom adubo podem poluir os pontos de água. Além disso, a urina pode transportar a bilharziose . Por causa disto, é importante não pôr urina nos pontos de água, ou perto dos lugares onde as pessoas bebem a água ou tomam banho.

Como fazer um adubo simples com urina

EHB Ch7 page 133-3.png
É importante usar luvas e sapatos quando se manuseia dejectos humanos, e lavar-se bem depois de esvaziar a latrina.


Guarde a urina durante alguns dias num recipiente fechado. Isto vai matar quaisquer micróbios que a urina contenha e também vai impedir que os nutrientes se escapem para o ar.

Para fazer adubo, misture 3 recipientes de água por cada 1 de urina. Você pode fertilizar plantas com a urina aguada 3 vezes por semana.

Pt EHB Ch7 Page 134-1.png
3 jarros de água e 1 de urina = adubo seguro

As plantas fertilizadas com urina podem crescer tão bem como as plantas com adubos químicos e precisam de menos água. As plantas que têm folhas que você pode comer, como o espinafre ou outros legumes de folha verde escura, crescem melhor. Lave sempre as mãos depois de manusear urina.

Como fazer adubo com urina fermentada

Acrescentar composto à urina e deixar esta mistura apodrecer e ficar azeda (fermentar) pode criar solo novo para plantar.

  1. Recolha a urina das latrinas secas. Por cada litro de urina, acrescente 1 colher de sopa de solo rico ou composto.
  2. Deixe a mistura assentar, sem estar tapada, durante 4 semanas. Isto vai cheirar muito mal, por isso, faça-o num lugar longe das pessoas. A mistura de urina vai fermentar e ficar castanha.
  3. Encha um grande recipiente com folhas secas, capim ou outros restos de plantas secas. Deve revestir o recipiente com plástico grosso, para impedir que a água saia através do buraco do fundo.
  4. Acrescente urina fermentada. A melhor mistura são 7 partes de restos de plantas para 1 parte de urina (cerca de 3 litros de urina por cada 30 cm³ de restos de plantas).
  5. Tape com uma camada fina de solo (não mais de 10 cm). Plante sementes ou plantinhas.
  6. Regue de 2 em 2 dias com uma mistura de 1 parte de urina para 10 partes de água (esta é uma mistura mais fraca do que a que sugerimos acima, porque vai ser usada em recipientes fechados em vez de hortas ou campos abertos). Os restos de plantas secas vão transformar-se em solo rico no período de 10 a 12 meses. O novo solo pode ser usado para plantar.

Latrinas secas melhoradas e adaptadas

As latrinas neste livro são apenas algumas das escolhas de saneamento ecológico. Elas podem ser melhoradas e adaptadas para satisfazerem as necessidades das diferentes comunidades.

Alguns factores que vão fazer uma latrina seca funcionar melhor são:

EHB Ch7 page 135-1.png
  • O calor do sol ajuda na decomposição dos dejectos. Construa a latrina de maneira que as portas das câmaras fiquem de frente para o sol, e pinte as portas de preto. Isto vai fazer com que as câmaras aqueçam, vai melhorar o fluxo de ar e vai matar os micróbios mais depressa.
  • Mais fluxo de ar também ajuda à decomposição dos dejectos. Colocar bambu, caules de milho, ramos ou quaisquer outros restos de plantas secas dentro das câmaras, no chão, antes de as usar também vai ajudar o ar a fluir através das fezes, levando-as a secarem mais depressa.

Uma latrina com um canteiro de plantas

Na Índia, as pessoas adaptaram a latrina seca para deixarem que a urina e a água de lavagem se escoem para um canteiro de plantas.

EHB Ch7 page 135-2.png
Balde das cinzas
A lavagem é feita sobre um buraco que escoa a água para o canteiro de plantas.
Água para
lavagens
Buraco das fezes
Buraco da urina
O canteiro de plantas, para onde vão a água das lavagens e a urina, é enchido com areia e saibro e são plantadas canas ou outras plantas locais não comestíveis. Quando as plantas crescem demasiado, elas são cortadas e deitadas na latrina.
As câmaras debaixo da latrina são revestidas com capim antes de serem usadas, para absorver a humidade e criar uma boa base para fazer composto. De cada vez que é usada, são deitadas 1 ou 2 mãos-cheias de terra ou cinzas. De vez em quando, são acrescentados alguns restos de plantas, para ajudar o material a secar e decompor-se. Depois de ser usada durante um ano, a primeira câmara é aberta e o material é colocado num monte de composto ou deitado no solo para o plantio.


Esta página foi actualizada: 17 abr. 2024