Hesperian Health Guides

Agricultura sustentável na cidade

Cada vez mais, as pessoas estão a cultivar hortas e espaços agrícolas nas cidades, para se alimentarem a si próprias, para criarem empregos e para manterem vivos os seus conhecimentos e tradições de trabalho da terra. Criar espaços verdes e abertos com culturas e árvores também melhora o ar nas cidades e reduz as doenças causadas pela poluição do ar, como a asma. Transformar espaços vazios, que muitas vezes se tornam em lixeiras, em hortas e espaços agrícolas torna a cidade mais saudável e mais bonita.

Adaptar os métodos agrícolas aos espaços pequenos

  • Criar plantas que crescem para cima em estacas, paredes ou outros suportes. Os lados dos edifícios podem ser bons lugares para plantas trepadeiras.
  • Criar culturas alimentares em cima de telhados e varandas, em baldes, malas, pneus, latas e cestos velhos. Você pode usar qualquer recipiente que tenha um buraco para escoar a água. As culturas de folha, como o espinafre e a alface, e os legumes, como o tomate, o pimento e a beringela, crescem bem em recipientes. Bananas, figos, tâmaras anãs, ananás, citrinos anões e mangas anãs também crescem bem em recipientes.
  • Os canteiros da horta com até 20 cm de profundidade podem ser enchidos com matéria orgânica, como por exemplo, cascas de milho, vagens de arroz ou cacau, folhas ou mesmo papel de jornal rasgado. Ponha plantinhas com pequena quantidade de solo nos buracos da matéria orgânica e as suas raízes vão-se espalhar. Com o passar do tempo, a matéria orgânica vai-se transformar em solo.
Uma horta no último andar de um prédio
Plants growing in raised beds and containers.
  • Faça canteiros elevados cavando o dobro ou amontoando solo com um metro de profundidade por cima de superfícies de cimento e fechando-o em recipientes grandes.
  • Ponha as sementes ou as plantinhas mais perto umas das outras do que o habitual. Com o passar do tempo, as plantas criadas desta forma vão adaptarse a espaços apertados.
  • Produza mais do que uma cultura, em conjunto, num espaço pequeno.
  • Volte a plantar uma nova cultura imediatamente após ter colhido a anterior.


Como cavar a dobrar um canteiro de uma horta

EHB Ch15 Page 311-1.png Para produzir tanto quanto possível numa área pequena, ou para plantar em solos duros ou solos com pouca matéria orgânica, o método de cavar a dobrar é um bom método.

  1. As pontas do canteiro devem ser sufi cientemente grandes, em largura, para que 2 pessoas possam ajoelhar-se nelas e dar as mãos ao centro. O canteiro pode ser tão comprido quanto você precisar.
  2. Tirar a parte de cima do solo e espalhar composto ou estrume por cima de todo o canteiro.
  3. Começando numa ponta, cavar uma vala no sentido da largura com 30 cm de profundidade e 30 cm de largura.
  4. EHB Ch15 Page 311-2.png
    Solo arável
    Estrume
  5. Usar um ancinho ou uma pá para tirar o solo do fundo da vala e acrescentar algum composto ou estrume.
  6. Cavar uma segunda vala no sentido da largura. Pôr o solo da segunda vala dentro da primeira vala. Tirar o solo do fundo e espalhar composto ou estrume.
  7. EHB Ch15 Page 311-3.png
  8. Continuar até ter cavado todo o canteiro. O solo retirado vai crescer acima do chão que o rodeia. Fazer o canteiro suave e liso, com as pontas em ângulo para que a água e o solo não sejam levados. Acrescentar uma camada de composto peneirado por cima do canteiro. Agora está pronto para ser plantado.

    Depois de ter preparado os canteiros, você não deve andar sobre eles, porque isto compacta o solo. Se cavar um terreno a dobrar uma vez, e acrescentar adubo natural em cada época antes de voltar a plantar, o seu solo vai manter-se saudável e solto durante muitos anos.

Solos contaminados

O solo nas cidades pode estar contaminado com produtos químicos tóxicos, como chumbo da tinta, gasolina e pilhas velhas. Todos estes podem causar graves problemas de saúde. Para saber se o seu solo está contaminado, você deve fazer o seguinte:

  • Descobrir como é que o local foi usado no passado. Se foi uma fábrica, uma bomba de gasolina, um parque de estacionamento ou uma lixeira, é provável que o solo esteja contaminado.
  • Se o solo cheira a produtos químicos, é provável que esteja contaminado.
  • Áreas por baixo de paredes pintadas estão provavelmente contaminadas com chumbo.

As amostras de solo podem ser testadas numa universidade, numa agência de extensão agrária ou num laboratório privado. Os testes para descobrir a presença de chumbo num solo não são caros, mas para descobrir outros contaminantes é muitas vezes difícil e caro.

Plantar com segurança num solo contaminado

Mesmo assim, você ainda pode produzir alimentos com segurança num solo contaminado. Uma das formas é cobrir o solo com uma camada de barro bem compactado ou cimento. Isto sela os contaminantes no solo. Produza culturas em recipientes ou canteiros pouco fundos por cima do solo contaminado. É mais seguro produzir culturas de fruto (como o tomate) sobre solos contaminados, porque elas absorvem menos toxinas do que as culturas de folha (como o espinafre) e as culturas de raiz (como as cenouras ou as batatas).

A agricultura floresce na cidade
People work in a garden behind a building.

Cuba é uma nação numa ilha que em tempos produziu grandes quantidades de açúcar e tabaco para exportar. Tinha um sistema agrícola industrial, dependente dos combustíveis de petróleo e dos produtos químicos agrícolas à base de petróleo. Quando a União Soviética se desmoronou, Cuba perdeu o seu maior fornecedor de petróleo e o seu maior comprador de açúcar e tabaco. Devido a desentendimentos políticos, a maior parte dos países recusava-se a vender produtos químicos a Cuba ou a comprar produtos cubanos. Cuba foi forçada a encontrar novas formas de produzir alimentos.

Cuba tornou a agricultura sustentável na sua nova política nacional. Promoveu métodos sustentáveis através de concessões de terra, educação e criação de mercados locais. À medida que os novos métodos se desenvolviam e espalhavam, havia mais comida saudável para todos.

Tal como noutros países, muitos cubanos mudaram-se do campo para as cidades. Agora, o governo incentiva as pessoas a produzirem alimentos nas cidades usando métodos sustentáveis. A agricultura urbana promove a boa nutrição e cria empregos e educação. A maior parte dos produtos frescos (legumes, aves de capoeira, flores e plantas medicinais) usadas na capital de Cuba, Havana, é agora produzida dentro ou perto da cidade. Os medicamentos à base de plantas produzidos em Havana são vendidos a baixo custo nas lojas chamadas ‘farmácias verdes’. Embora tenha sido trazida por uma crise, a agricultura sustentável mudou as vidas das pessoas de Cuba para melhor.



Esta página foi actualizada: 01 fev. 2023